Posts tagged ‘promoções’

outubro 18, 2017

Vídeo | PL 920 e PEC de 3 anos

Dep. Roberto Massafera (líder do governo): “Estamos trabalhando por outra PEC… de 3 anos”

+ Vídeos

outubro 17, 2017

Vídeo | PL 920 | Mal muito grande para servidores públicos

Dep. Coronel Telhada: “Esse projeto permite que se faça maldade muito grande com o funcionalismo público, congelando salários, direitos e garantias”

+ Vídeos

outubro 10, 2017

Vídeo | PL 920 | Bomba atômica

Ataque aos servidores e à prestação de serviços públicos

+ Vídeos

outubro 23, 2014

Na busca de votos, governador atende professores

Magistério garantiu uma série de avanços, junto ao governo estadual

Os anúncios, feitos a menos de uma semana do segundo turno, repercutiram na campanha de José Ivo Sartori (PMDB), que disputa o governo gaúcho contra Tarso Genro (PT).

Entre os acordos, firmados durante uma reunião na Casa Civil, aparecem concurso público para servidores de escola, ainda em dezembro; cancelamento do percentual de estorno no vale-refeição; promoções ainda em novembro; pagamento de adicional noturno para professores e servidores de escola, além da convocação imediata de mais 260 professores aprovados no concurso de 2013.

Para o coordenador de campanha de José Ivo Sartori (PMDB), Sebastião Melo, os anúncios tiveram caráter eleitoreiro:

O problema não é que esses encargos recaiam, em grande parte, sobre o próximo governo. O fato é que essa gestão teve quatro anos para governar e agora, a menos de uma semana da eleição, quer resolver os impasses com o magistério […] Saiba mais

Leia também:

Servidores da Fazenda não terão correção salarial

Universidades: Depois de longa greve, abono é aprovado

Servidores do Fisco dizem que Governo deu ‘calote’

Alesp: Oposição será a menor desde 1998

[Charge] O sindicato e a margem de erro…

Um passo atrás com a reeleição de Alckmin… 

janeiro 24, 2014

Como chegar ao topo da carreira tributária

Os cinco aspectos do perfil de quem chega ao topo em compliance fiscal

Se em tempos de economia com baixo crescimento, a regra de ouro para as empresas é o controle de custos, profissionais das áreas fiscal, tributária e contábil ganham destaque em 2014. Neste contexto, quem tem domínio da complicada legislação tributária brasileira e sabe onde estão as brechas da lei que possibilitam reduzir carga de impostos passa a ser disputado por recrutadores.

Das 40 profissões em alta para este ano, 6 seguem nesta linha. São elas: diretor financeiro, controller, gerente de compliance, gerente contábil/fiscal, consultor tributário e contador. Os departamentos de finanças das empresas também são destaque na folha de pagamento. Seus profissionais estão entre os mais bem pagos do país. Diretores tributários faturam, em média, 35 mil reais, assim como controllers regionais.

Determinados perfis profissionais têm grandes chances de destaque e ascensão de carreira. Confira qual é este perfil: 1) Graduação combinada, 2) Pós-graduação (de preferência no Brasil), 3) Cursos práticos, 4) Capacidade analítica, 5) Atualização constante e 6) Inglês […] Leia mais

Leia também:

Teto salarial: Carreiras pressionam debate das PECs

Valorização das carreiras do Serviço Público

Associação e sindicato do Pará conseguem avanço para a carreira

Tags:
agosto 4, 2012

Promoções – O que muda com a nova Resolução?

Alex Sandro Kuhn*

A Resolução SF 53/2012 manteve todas as premissas da minuta discutida no ano passado, a saber:

1) As funções internas devem ser valorizadas, em especial as de chefia (por meio de uma tabela de comprometimento diferenciada);

2) Os externos (que fazem a média mínima de 2.700 pts) e internos, na tabela de produtividade para fins de promoção, têm que estar confinados em um mesmo intervalo (entre 3.255 e 3.600 pts);

3) O peso do fator antiguidade deve ser mitigado (inicialmente, com a redução do período considerado na avaliação para 7 anos e agora, por suposta encomenda do sefaz, com a criação de um fator de depreciação para os anos além do interstício do nível);

Críticas a parte quanto a validade destas premissas, a redação da resolução publicada é muito superior a da minuta do ano passado, incorporaram a maioria das críticas feitas àquela época.

Destaco os principais aperfeiçoamentos identificados:

1) A tabela de comprometimento, agora, atribui pontos a todas as funções para acabar com aquele mal estar de ter funções “não comprometidas”. Por óbvio a pontuação das funções que se pretendia beneficiar foram reajustadas para manter o diferencial desejado. Novas funções tb foram contempladas com uma pontuação diferenciada.

2) As regras da pontuação da produtividade da externa ficaram muito mais claras – eliminaram as ambiguidades – e resolveram o problema da volatilidade mensal da pontuação ao trabalharem com a média anual dos pontos;

3) Retiraram a pontuação diferenciada para funções classistas (Afresp e Sinafresp), agora estes recebem nas mesmas regras dos demais, embora não tenham acesso a todas as oportunidades de um colega não afastado como lideranças de projetos/processos e cursos da Fazesp;

4) Explicitaram que as regras anteriores valem para as promoções atrasadas;

5) Deixaram mais claro como a pontuação de exercícios anteriores será normalizada para ser considerada nos 7 anos avaliados sem gerar distorções;

Em suma, nos escutaram e, embora não aceitem rever suas premissas, consideraram muitas (praticamente todas) as nossas críticas. Eis um exemplo de como a interação com a classe pode levar a um texto muito mais bem acabado. Parabenizo a comissão pela qualidade do texto.

Quanto ao fator de depreciação, este aumenta as possibilidades de um colega com menos tempo na carreira conseguir (por maior “merecimento”) ser promovido antes de outro com mais tempo de casa. A antiguidade ainda tem peso extremamente significativo, mas mais uma vez perde espaço.

Me chamou a atenção que os fatores de depreciação para os níveis V e VI são mais tênues, garantindo maior peso do fator antiguidade para estes níveis, ainda estou tentando entender esta diferenciação.

Por fim, seguem os erros de publicação, a meu ver:

1) No anexo, na fórmula matemática do grupo 2 (primeiro quartil), o número 39.060 do denominador deveria ser 32.400 para conseguir o resultado pretendido;

2) No item 3.3.8 tb do anexo, a referência correta, s.m.j., é para o código 3.3.7 da tabela, e não o 3.3.6.

*AFR-SP

Leia também:

Nova Resolução de Promoção por Merecimento

maio 12, 2011

Auditores fiscais do Acre fazem paralisação de duas horas

A paralização atingiu todos os serviços da Sefaz durante duas horas, nesta manhã (11.05.2011) entre 9h às 11h. O principal objetivo foi de buscar uma solução para a ausência da publicação da meta para 2011 e da demora na promoção dos servidores da Sefaz após mais de um ano de espera. Além dos serviços de atendimento da Sefaz, os postos fiscais de atendimento as transportadoras (CAT) e no Tucandeira também estiveram paralisados. No interior esteve parado o atendimento em Brasiléia e em Cruzeiro do Sul.

Deixamos apenas 30% do efetivo em razão do dispositivo legal”, destacou o Presidente do Sindifisco-AC, Gielson Coelho