Posts tagged ‘impostos’

maio 20, 2016

São Paulo faz o menor repasse às universidades em 7 anos

Governo diz que imposto caiu 9,5% em relação ao quadrimestre de 2015

O estado de São Paulo vive a pior queda de receita em 13 anos e, com isso, as três universidades paulistas receberam no primeiro quadrimestre o menor repasse de dinheiro em sete anos. Juntas, as instituições receberam R$ 2,89 bilhões entre janeiro e abril, menor valor para o período desde 2009, quando o repasse foi de R$ 2,77 bilhões, em valores corrigidos pela inflação. O cenário de crise já levou as universidades a intensificar uma série de cortes de despesas e a adiar reformas.

A crise econômica motiva diretamente a queda de repasses. A principal fonte de receita das três universidades, que atravessam grave situação financeira, é a cota fixa de 9,57% da receita do Estado com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo com a maior queda de arrecadação neste ano. Em números atualizados, as instituições receberam R$ 286 milhões a menos do que no mesmo período de 2015, queda de 9%, conforme dados do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp).

read more »

Tags: ,
fevereiro 22, 2016

Fiscalização paulista arrecada 2,4 bilhões sobre doação e herança

Esforço gerou crescimento de 39%

A Secretaria da Fazenda de São Paulo apertou o cerco a devedores do imposto sobre heranças e doações (ITCMD), o que levou a um crescimento de 39% na arrecadação com o tributo em 2015. O esforço de fiscalização, atribuído por alguns advogados à tentativa de compensar a queda de receitas do governo com a crise, teve início em 2014, quando o número de autuações passou a subir de forma mais intensa.

No ano passado, o ITCMD gerou R$ 2,4 bilhões em arrecadação para o Estado. Embora o valor seja baixo comparado à receita com o ICMS, de R$ 122,9 bilhões no período, ele representa alta de 73% desde 2013. Segundo Rogério Akira, diretor da diretoria-executiva da administração tributária do órgão, no entanto, a fiscalização ainda não é para todos:

Essa é outra fonte de receita importante que a Secretaria de Fazenda enxergou, assim como o IPVA. Fazemos sempre um cálculo aqui do que realmente vale a pena cobrar, e a fiscalização acaba sendo mesmo para valores maiores, porque a mão de obra [do fisco] é escassa

read more »

abril 19, 2014

Milagre em causa própria

valenteAntônio Sérgio Valente

É curioso observar que a maioria dos milagres de Jesus narrados pelos evangelistas foi praticada para beneficiar terceiros: paralíticos, cegos, mudos, enfermos, leprosos, o jovem lunático, a filha já quase morta do chefe da sinagoga, a mulher com hemorragia, a ressurreição do filho único da viúva da cidade de Naim, o servo de um centurião, e tantos outros.

Houve também milagres que beneficiaram amigos, familiares e discípulos de Jesus: quando estava num barco com os apóstolos e acalmou uma tempestade; quando, a pedido de Maria, transformou água em vinho, na festa de casamento de um amigo da família ou parente, em Caná, cidade próxima a Nazaré; quando multiplicou pães e peixes para dar de comer a uma multidão de seguidores e discípulos que o ouviam, já famintos, ao fim de uma longa jornada; quando curou a sogra de Pedro; quando ressuscitou o amigo Lázaro, que morrera havia quatro dias.

Note-se que em nenhum desses exemplos o milagre foi em causa própria. Sempre eram terceiros que se beneficiavam. Todavia, há um caso muito curioso, sobretudo para a classe fiscal, eis que é de natureza tributária […] Continue lendo

agosto 1, 2012

Alckmin, Calabi, Zaqueu e ICMS

Fiesp pediu 60 dias, mas se forem apenas 30 já é um grande socorro nesta hora difícil da indústria

O governador Geraldo Alckmin, acompanhado do seu Secretário da Fazenda, Andrea Calabi, ouviu dos empresários, na reunião plenária da última segunda-feira, uma reivindicação: prazo para o pagamento do ICMS. Hoje, eles recolhem o tributo antes mesmo de receberem de suas clientelas.

Calabi entrou mudo e saiu calado. Alckmin falou, mas pouco disse, além de citar Zaqueu, que nos evangelhos é apresentado como chefe dos coletores de impostos, ou seja, comandava a exploração popular. Líder da corrupção, era um homem rico, mas sabia que sua riqueza não vinha das mãos de Deus, e sim da opressão ao povo. Fica difícil saber qual foi a intenção de Alckmin ao sugerir que seu secretário é qualquer coisa semelhante ao coletor bíblico… [por Liliana Lavoratti do DCI]

Tags:
agosto 24, 2011

Franceses dispostos a pagar mais impostos. Portugueses não!

Milionários “conscientes” de que “beneficiam” da conjuntura

Numa petição publicada no site da revista de informação Le Nouvel Observateur, citada pela agência Reuters, membros das 16 maiores fortunas do país, incluindo a herdeira da L’Oreal e o director da petrolífera Total, pedem a criação de uma “contribuição especial” sobre os rendimentos mais elevados, sem afectar o cash flow das respectivas empresas.

Estamos conscientes de que beneficiamos do sistema francês e do ambiente europeu a que estamos ligados, os quais esperamos poder ajudar a preservar”

Américo Amorim: "Não me considero rico. Sou trabalhador"

Ricos portugueses não querem ouvir falar em pagar mais impostos – A proposta dos franceses para pagarem um imposto especial não parece entusiasmar os portugueses mais ricos. A ideia é ajudar os países a sair da crise, mas por cá o homem mais rico de Portugal limita-se a dizer que é um mero assalariado.

O País Online/RTP


Tags: