Chapa 1 – Atitude

chapa-atitude

CHAPA ATITUDE NOME NOMEAÇÃO LOTAÇÃO EM 31/12/2014
PRESIDENTE Alfredo Portinari Maranca 23/01/1998 CAPITAL (BUTANTÃ)
VICE Glauco Honório 03/05/1990 CAMPINAS
SECRETÁRIO GERAL Guilherme Cassoli Jacob  10/02/2010 SANTOS
TESOUREIRO Fabiano Buchetti De Sousa 27/06/2006 TAUBATÉ
DIRETOR DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS Leandro Fioritta Neves Ferro 14/02/2014 SANTOS
DIRETOR DE ASS. JURÍDICOS José Marcio Rielli 25/10/1986  APOSENTADO (TIT)
DIRETOR DE ASS. INTERSINDICAIS E FORMAÇÃO SINDICAL Aron Teixeira Rodrigues 02/10/2010 CAPITAL (DTI)
DIRETOR DE ASS. PARLAMENTARES E DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Monica Paim De Andrade 20/09/1986 CAPITAL (BUTANTÃ)
DIRETOR DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS Eduardo Monteiro 03/07/1987 APOSENTADO (CAMPINAS)
DIRETOR ASS. TÉCNICOS Delcides Flavio De Sousa Junior 02/10/2010 RIBEIRÃO PRETO
SUPLENTE Felipe Cepkauskas Petrachini 14/02/2014 CAPITAL (DEAT)
SUPLENTE Raphael Zulli Neto 12/08/1989 CAPITAL (TIT)
SUPLENTE Rafael Antonio Amaral Pedrini 10/02/2010 BAURU (UJ)
Colaboração especial: Alcides Gimenes

Alfredo Maranca é natural de São Paulo/SP, 49 anos, pai de cinco filhas. Agente Fiscal de Rendas ingressante no concurso de 1998, exerce a Fiscalização Direta de Tributos na DRTC-III, juntamente com sua esposa, Adriana Conti Reed, também da FDT. Formado em Engenharia Química pela Escola Politécnica da USP e Mestre em Engenharia de Controle e Lógica, formou-se também em Direito pela Faculdade do Largo São Francisco da USP e pós-graduou-se em Filosofia do Direito.

Atuou em diversas áreas, demonstrando grande comprometimento e capacidade de adaptação:

– Foi perito de Classificação Aduaneira de produtos químicos junto à Receita Federal;
– Participou da Equipe de Telecomunicações da DRTC-III;
– Foi pesquisador dos grupos de Filosofia da Ciência e Ciências Cognitivas do Instituto de Estudos Avançados da USP;
– Foi professor de Termodinâmica e Análise Matemática na Escola Politécnica da USP;
– Foi Consultor Tributário na Sefaz-SP, na área de Legislação, de 1998 a 2005;
– Participou da equipe de representação dos Estados e negociação na reforma tributária que resultou na Emenda Constitucional 42, origem do Simples Nacional;
– Representante Titular dos Estados na Secretaria Executiva do Simples Nacional de 2007 a 2015, sendo o coordenador do Grupo de Trabalho do Simples Nacional da Cotepe desde 2010;
– Autor do Regulamento Comentado do Simples Nacional.

Com um passado ilibado e marcado pelo esforço no alcance do seus objetivos pessoais e profissionais, Alfredo está comprometido em buscar a valorização do trabalho dos Agentes Fiscais de Rendas e do papel da Instituição perante a sociedade. Sempre respeitando a vontade da classe e atuando com transparência, determinação e afinco em nossas demandas.

‪#‎transparência‬ ‪#‎renovação‬ ‪#‎união‬

Página Facebook

http://chapaatitude.com.br/

VÍDEO DE APRESENTAÇÃO e PROPOSTAS

ÍNDICE SINAFRESP 2015

3 Comentários to “Chapa 1 – Atitude”

  1. Nossos Valores
    Como vamos fazer!

    PROFISSIONALISMO

    Representar uma classe tão importante como a dos AFRs é uma grande responsabilidade. Chega de improvisações, de questões pessoais contaminando a gestão sindical, de falhas de comunicação, de bocas mudas em mesas de negociação.

    ATITUDE é planejamento. É construir propostas coerentes, a partir de estudos detalhados. É respeitar e se comunicar com os filiados. ATITUDE é seriedade na gestão do SINAFRESP.

    TRANSPARÊNCIA

    Reuniões de teor misterioso, “propostas” secretas, negociações que, se é que existem, correm à revelia da classe, pautas surpresa. Não podemos mais ser tratados assim.A Diretoria só terá força para se expressar como legítima representante da categoria quando contar com a confiança dos sindicalizados. Para conquistar essa confiança, transparência é fundamental.

    ATITUDE é dialogar com a classe de forma rápida e efetiva. ATITUDE é dialogar com a classe de forma rápida e efetiva ATITUDE é comunicar para construir.

    RESPEITO À VONTADE DA CLASSE

    O SINAFRESP só conseguirá de fato liderar e unir a categoria quando respeitar a sua vontade, cumprindo o que for decidido pelas bases.

    Saber o que a classe quer necessita um esforço constante. Para isso, usaremos todos os meios de comunicação possíveis.

    ATITUDE é o SINAFRESP caminhando junto com a classe.

    UNIÃO

    Só voltaremos a ser fortes quando nos unirmos em prol dos interesses comuns. Quando nos focarmos em construir juntos soluções para os problemas de todos, ao invés de instigar diferenças.

    ATITUDE é lutar por todos, perseguindo, a cada dia, a unificação da classe.

    VALORIZAÇÃO

    Reconhecimento dos AFRs como carreira típica de Estado, com foco nas atividades de competência privativa. Repúdio à corrupção e à má gestão.Temos muito pelo que lutar, por nós, pela instituição, e pela sociedade.

    ATITUDE é ser agente de mudanças. ATITUDE é fazer acontecer.

    http://chapaatitude.com.br/site5/nossos-valores/

  2. CARTA DE AGRADECIMENTO

    Encerrada as apurações das eleições 2015 para o SINAFRESP cumpre Chapa 1-Atitude,vencedora do pleito a direção da entidade, fazer alguns agradecimentos.

    Primeiro e,sem dúvida o mais relevante,à classe dos Agentes Fiscais de Rendas, independente da posição individual, pela expressiva participação no processo eleitoral. Ambas as chapas concorrentes tinham como um dos valores primordiais a união dê classe. Tal união já se iniciou, com o claro interesse na participação deste momento.

    Sem dúvida, um agradecimento especial aos que escolheram a Atitude para representa-los nos próximos três anos:obrigado pela confiança depositada nos candidatos e em nossas propostas.

    Aos que nos apoiaram formalmente devemos uma reverência especial. Expor sua opinião e seu voto,sabendo que isso a-ia mais inimizades que amizades,. é um ato ele desprendimento pessoal muitas vezes mal compreendido. Obrigado Dado, lta, Hamilton, Ângelo, Lucas, Teo, Gabriela,Alex,Gustavo,Newton e Evandro.

    Para aqueles que trabalharam em nossa campanha,junto a nós ou até por iniciativa própria, nosso muito obrigado. Deixamos de citar nomes, pois foram tantos que certamente cometeríamos a grave falha de deixar colegas esquecidos. Queremos externar nosso sentimento de quanto é gratificante entra.r em uma rede social, por exemplo, e encontrar pessoas que espontaneamente pedem voto e fazem comentários positivos à Chapa: Atitude.

    À chapa adversária União e Trabalho um destaque ao comportamento durante a campanha e nas apura sempre com a cortesia e ações típicas de pessoas.que, em primeiro lugar, buscam o interesse da classe. Não vamos ser hipócritas e dizer que não houve excessos pontuais de ambos os lados, típicos das disputas democrática· mas e importante ê que de forma geral agimos como AFRs pelo bem dos AFRs. Não poderia ser diferente. É nosso dever salientar que- foi uma eleição apertada, decidida nos últimos votos. Portanto, parabenizamos a União e Trabalho pela grande votação e, desde- já, em respeito à vontade departe expressiva da classe, convidamos seus membros a participar ativamente das decisões classistas.

    Com a AFRESP que, sem se envolver no pleito, disponibilizou seus espaços aos concorrentes e abriu suas portas para participação em evento específico,esperamos andar junto cada qual com seu mister, para beneficio da categoria.

    À comissão e às subcomissões eleitorais, pela condução impecável e sem qualquer transtorno ao pleito.Tarefa silenciosa, discreta, mas muito árdua, especialmente em uma situação de disputa acirrada. Parabéns pelo trabalho.

    Ao Sinafresp agradecemos a acolhida, sabedoria de escolher uma comissão eleitoral neutra e pelo trabalho duro e probo feito atê hoje pelo nosso sindicato.

    Enfim, nossos mais prof undos agrade<imentos aos colegas Agentes Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo. Esperamo de todo coração, corresponder às e expectativas lançadas sobre nós e garantimos trabalhar muito pela concretização da valorização merecida de nossa carreira.

    Fonte

  3. Parabenizo a chapa 1 pelo pleito e desejo muito Boa Sorte para todos, mas confesso que achei meio confuso o programa da chapa vencedora – para começar as negociações serão feitas com “02 enquetes” – se o governador e o secretario acham ou pensam que merecemos o que pleiteamos e segundo se o AFR acha ou pensa que merece o que está pleiteando – pois bem – se as respostas forem positivas, ambas acharem que merecemos o que pleiteamos a chapa ganhadora vai fazer o quê? E se ambas acharem ( o governador e o secretário e o AFR) que não merecemos o que pleiteamos a chapa ganhadora vai fazer o quê?
    Tanto no caso positivo ou negativo nós vamos aguardar uma nova estrutura CAT e sabe lá quando vai ou pode acontecer e a partir daí pleitearmos alguma coisa? E depois fala em mobilização, não estou entendendo, enfim…..

    Vou torcer para vocês consigam realizar tudo o que pensaram, mas como participei de todas as assembleias do sindicato desde no meu ingresso em 1990 e conheço a tabela dos salários do fisco brasileiro (empresa pública) com todo respeito e desculpem se eu estiver muito equivocada mas me parece que vocês estão querendo “inventar a roda”

    Para começar não seria melhor dar continuidade ao trabalho feito pelo sinafresp (pelo menos extinguir o nível básico e um PLO com correção da inflação) e, depois sim começar a fazer essas enquetes? Nova estrutura da CAT

    Boa sorte!!!!

Deixe uma resposta para maria lizete martins de carvalho Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: