Chapa 1 – Atitude

chapa-atitude

CHAPA ATITUDE NOME NOMEAÇÃO LOTAÇÃO EM 31/12/2014
PRESIDENTE Alfredo Portinari Maranca 23/01/1998 CAPITAL (BUTANTÃ)
VICE Glauco Honório 03/05/1990 CAMPINAS
SECRETÁRIO GERAL Guilherme Cassoli Jacob  10/02/2010 SANTOS
TESOUREIRO Fabiano Buchetti De Sousa 27/06/2006 TAUBATÉ
DIRETOR DE COMUNICAÇÃO E EVENTOS Leandro Fioritta Neves Ferro 14/02/2014 SANTOS
DIRETOR DE ASS. JURÍDICOS José Marcio Rielli 25/10/1986  APOSENTADO (TIT)
DIRETOR DE ASS. INTERSINDICAIS E FORMAÇÃO SINDICAL Aron Teixeira Rodrigues 02/10/2010 CAPITAL (DTI)
DIRETOR DE ASS. PARLAMENTARES E DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Monica Paim De Andrade 20/09/1986 CAPITAL (BUTANTÃ)
DIRETOR DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS Eduardo Monteiro 03/07/1987 APOSENTADO (CAMPINAS)
DIRETOR ASS. TÉCNICOS Delcides Flavio De Sousa Junior 02/10/2010 RIBEIRÃO PRETO
SUPLENTE Felipe Cepkauskas Petrachini 14/02/2014 CAPITAL (DEAT)
SUPLENTE Raphael Zulli Neto 12/08/1989 CAPITAL (TIT)
SUPLENTE Rafael Antonio Amaral Pedrini 10/02/2010 BAURU (UJ)
Colaboração especial: Alcides Gimenes

Alfredo Maranca é natural de São Paulo/SP, 49 anos, pai de cinco filhas. Agente Fiscal de Rendas ingressante no concurso de 1998, exerce a Fiscalização Direta de Tributos na DRTC-III, juntamente com sua esposa, Adriana Conti Reed, também da FDT. Formado em Engenharia Química pela Escola Politécnica da USP e Mestre em Engenharia de Controle e Lógica, formou-se também em Direito pela Faculdade do Largo São Francisco da USP e pós-graduou-se em Filosofia do Direito.

Atuou em diversas áreas, demonstrando grande comprometimento e capacidade de adaptação:

– Foi perito de Classificação Aduaneira de produtos químicos junto à Receita Federal;
– Participou da Equipe de Telecomunicações da DRTC-III;
– Foi pesquisador dos grupos de Filosofia da Ciência e Ciências Cognitivas do Instituto de Estudos Avançados da USP;
– Foi professor de Termodinâmica e Análise Matemática na Escola Politécnica da USP;
– Foi Consultor Tributário na Sefaz-SP, na área de Legislação, de 1998 a 2005;
– Participou da equipe de representação dos Estados e negociação na reforma tributária que resultou na Emenda Constitucional 42, origem do Simples Nacional;
– Representante Titular dos Estados na Secretaria Executiva do Simples Nacional de 2007 a 2015, sendo o coordenador do Grupo de Trabalho do Simples Nacional da Cotepe desde 2010;
– Autor do Regulamento Comentado do Simples Nacional.

Com um passado ilibado e marcado pelo esforço no alcance do seus objetivos pessoais e profissionais, Alfredo está comprometido em buscar a valorização do trabalho dos Agentes Fiscais de Rendas e do papel da Instituição perante a sociedade. Sempre respeitando a vontade da classe e atuando com transparência, determinação e afinco em nossas demandas.

‪#‎transparência‬ ‪#‎renovação‬ ‪#‎união‬

Página Facebook

http://chapaatitude.com.br/

VÍDEO DE APRESENTAÇÃO e PROPOSTAS

ÍNDICE SINAFRESP 2015

3 Comentários to “Chapa 1 – Atitude”

  1. Nossos Valores
    Como vamos fazer!

    PROFISSIONALISMO

    Representar uma classe tão importante como a dos AFRs é uma grande responsabilidade. Chega de improvisações, de questões pessoais contaminando a gestão sindical, de falhas de comunicação, de bocas mudas em mesas de negociação.

    ATITUDE é planejamento. É construir propostas coerentes, a partir de estudos detalhados. É respeitar e se comunicar com os filiados. ATITUDE é seriedade na gestão do SINAFRESP.

    TRANSPARÊNCIA

    Reuniões de teor misterioso, “propostas” secretas, negociações que, se é que existem, correm à revelia da classe, pautas surpresa. Não podemos mais ser tratados assim.A Diretoria só terá força para se expressar como legítima representante da categoria quando contar com a confiança dos sindicalizados. Para conquistar essa confiança, transparência é fundamental.

    ATITUDE é dialogar com a classe de forma rápida e efetiva. ATITUDE é dialogar com a classe de forma rápida e efetiva ATITUDE é comunicar para construir.

    RESPEITO À VONTADE DA CLASSE

    O SINAFRESP só conseguirá de fato liderar e unir a categoria quando respeitar a sua vontade, cumprindo o que for decidido pelas bases.

    Saber o que a classe quer necessita um esforço constante. Para isso, usaremos todos os meios de comunicação possíveis.

    ATITUDE é o SINAFRESP caminhando junto com a classe.

    UNIÃO

    Só voltaremos a ser fortes quando nos unirmos em prol dos interesses comuns. Quando nos focarmos em construir juntos soluções para os problemas de todos, ao invés de instigar diferenças.

    ATITUDE é lutar por todos, perseguindo, a cada dia, a unificação da classe.

    VALORIZAÇÃO

    Reconhecimento dos AFRs como carreira típica de Estado, com foco nas atividades de competência privativa. Repúdio à corrupção e à má gestão.Temos muito pelo que lutar, por nós, pela instituição, e pela sociedade.

    ATITUDE é ser agente de mudanças. ATITUDE é fazer acontecer.

    http://chapaatitude.com.br/site5/nossos-valores/

  2. CARTA DE AGRADECIMENTO

    Encerrada as apurações das eleições 2015 para o SINAFRESP cumpre Chapa 1-Atitude,vencedora do pleito a direção da entidade, fazer alguns agradecimentos.

    Primeiro e,sem dúvida o mais relevante,à classe dos Agentes Fiscais de Rendas, independente da posição individual, pela expressiva participação no processo eleitoral. Ambas as chapas concorrentes tinham como um dos valores primordiais a união dê classe. Tal união já se iniciou, com o claro interesse na participação deste momento.

    Sem dúvida, um agradecimento especial aos que escolheram a Atitude para representa-los nos próximos três anos:obrigado pela confiança depositada nos candidatos e em nossas propostas.

    Aos que nos apoiaram formalmente devemos uma reverência especial. Expor sua opinião e seu voto,sabendo que isso a-ia mais inimizades que amizades,. é um ato ele desprendimento pessoal muitas vezes mal compreendido. Obrigado Dado, lta, Hamilton, Ângelo, Lucas, Teo, Gabriela,Alex,Gustavo,Newton e Evandro.

    Para aqueles que trabalharam em nossa campanha,junto a nós ou até por iniciativa própria, nosso muito obrigado. Deixamos de citar nomes, pois foram tantos que certamente cometeríamos a grave falha de deixar colegas esquecidos. Queremos externar nosso sentimento de quanto é gratificante entra.r em uma rede social, por exemplo, e encontrar pessoas que espontaneamente pedem voto e fazem comentários positivos à Chapa: Atitude.

    À chapa adversária União e Trabalho um destaque ao comportamento durante a campanha e nas apura sempre com a cortesia e ações típicas de pessoas.que, em primeiro lugar, buscam o interesse da classe. Não vamos ser hipócritas e dizer que não houve excessos pontuais de ambos os lados, típicos das disputas democrática· mas e importante ê que de forma geral agimos como AFRs pelo bem dos AFRs. Não poderia ser diferente. É nosso dever salientar que- foi uma eleição apertada, decidida nos últimos votos. Portanto, parabenizamos a União e Trabalho pela grande votação e, desde- já, em respeito à vontade departe expressiva da classe, convidamos seus membros a participar ativamente das decisões classistas.

    Com a AFRESP que, sem se envolver no pleito, disponibilizou seus espaços aos concorrentes e abriu suas portas para participação em evento específico,esperamos andar junto cada qual com seu mister, para beneficio da categoria.

    À comissão e às subcomissões eleitorais, pela condução impecável e sem qualquer transtorno ao pleito.Tarefa silenciosa, discreta, mas muito árdua, especialmente em uma situação de disputa acirrada. Parabéns pelo trabalho.

    Ao Sinafresp agradecemos a acolhida, sabedoria de escolher uma comissão eleitoral neutra e pelo trabalho duro e probo feito atê hoje pelo nosso sindicato.

    Enfim, nossos mais prof undos agrade<imentos aos colegas Agentes Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo. Esperamo de todo coração, corresponder às e expectativas lançadas sobre nós e garantimos trabalhar muito pela concretização da valorização merecida de nossa carreira.

    Fonte

  3. Parabenizo a chapa 1 pelo pleito e desejo muito Boa Sorte para todos, mas confesso que achei meio confuso o programa da chapa vencedora – para começar as negociações serão feitas com “02 enquetes” – se o governador e o secretario acham ou pensam que merecemos o que pleiteamos e segundo se o AFR acha ou pensa que merece o que está pleiteando – pois bem – se as respostas forem positivas, ambas acharem que merecemos o que pleiteamos a chapa ganhadora vai fazer o quê? E se ambas acharem ( o governador e o secretário e o AFR) que não merecemos o que pleiteamos a chapa ganhadora vai fazer o quê?
    Tanto no caso positivo ou negativo nós vamos aguardar uma nova estrutura CAT e sabe lá quando vai ou pode acontecer e a partir daí pleitearmos alguma coisa? E depois fala em mobilização, não estou entendendo, enfim…..

    Vou torcer para vocês consigam realizar tudo o que pensaram, mas como participei de todas as assembleias do sindicato desde no meu ingresso em 1990 e conheço a tabela dos salários do fisco brasileiro (empresa pública) com todo respeito e desculpem se eu estiver muito equivocada mas me parece que vocês estão querendo “inventar a roda”

    Para começar não seria melhor dar continuidade ao trabalho feito pelo sinafresp (pelo menos extinguir o nível básico e um PLO com correção da inflação) e, depois sim começar a fazer essas enquetes? Nova estrutura da CAT

    Boa sorte!!!!

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: