Archive for ‘Passado & Presente’

setembro 25, 2014

Protegido: A direção sindical, blogofobia e síndrome de nanismo

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

maio 21, 2011

Imagem & Ação

PASSADO & PRESENTE

Após 17 meses do último evento, em 14/10/2009, o Sinafresp reinaugura a temporada de seminários, com “Reforma Tributária – Em Busca de um Brasil Melhor e Mais Justo”. Trouxe convidados de renome para debater tema de interesse da coletividade. Mesmo com um número restrito de vagas destinadas aos AFR’s filiados, em torno de 200, o nosso sindicato retoma o seu caminho, muito embora com certo atraso, se compararmos com o desempenho da gestão anterior (jan/2007 a dez/09). Descontando-se o período, de 12 meses, de debate da reestruturação da carreira, entre agosto/2007 a julho/2008, quando ocorreram inúmeras mobilizações, a gestão passada realizou, em média, um evento a cada quadrimestre:

23/03/2007 – O Servidor Público e a Previdência Pública

16/05/2007 – O Supersimples e o ICMS

06/07/2007 – Proposta de um Novo Sistema Tributário Nacional

18/03/2009 – “SPED e NF-e” – Sistema Público de Escrituração Digital e Nota Fiscal Eletrônica

16/06/2009 – Substituição Tributária no ICMS

14/10/2009 – O Enfoque Contábil na Ação Fiscal e o Novo Padrão Contábil Brasileiro

Os mais otimistas, e até deslumbrados com o êxito deste encontro, dizem que desde a promessa do PLO anunciada em julho/10, durante 10 meses, o sindicato tem se ocupado de pesquisas, estudos e avaliações para o seu bom desempenho em eventuais futuras negociações. Estes acreditam que o Sinafresp emplacará mais oito seminários até o final de 2012, para poder manter a média dos antigos dirigentes. Para isso, restam 19 meses para realizá-los, ou seja, uma média de um evento a cada dois meses. Já os mais pessimistas acham que, se na primeira metade de um mandato, que é bem mais ‘viva’, realizou-se apenas um seminário, na segunda metade a ‘energia’ seria menos ‘vigorosa’.

De qualquer forma, é sempre bom lembrar que a preferência dos filiados nestes encontros é mais por temas relacionados ao papel do AFR, tais como, fosso salarial, autonomia do fisco, valorização da carreira, subteto isonômico, mudanças no regime de previdência para a aposentadoria, etc. Algo que enriqueceria sobremaneira a imagem do fisco paulista, além de melhor esclarecimento e maior conscientização por parte da categoria.

Blog do AFR

Leia também:

O rabo que abana o cachorro

Desafios do líder

E quando o Carnaval chegar? III

Construindo pontes e abrindo caminhos

5 pontos para um sindicato forte

março 15, 2011

Novo Estatuto – Plantão e reunião nas regionais

PASSADO & PRESENTE

Cerca de 40 propostas foram sistematizadas pela Comissão de Reforma do Estatuto da Asfeb, que vem se reunindo semanalmente desde o dia 3 de maio. A estimativa é que o documento final venha abrigar aproximadamente 80 propostas e que o trabalho se estenda até agosto. “Tudo que está sendo deliberado pela Comissão pode ser acessado através do nosso site. Queremos, com isso, não apenas informar ao nosso associado o andamento do nosso trabalho, como abrir um canal para apresentação de críticas e sugestões”, informa o presidente da Comissão, Antonio Queiroz. Entre maio e junho, foram realizadas reuniões em Vitória da Conquista, Ilhéus e Itabuna, pela, com objetivo de discutir propostas e colher sugestões dos associados da região. “Além disso, foi disponibilizado plantão diário na sede da Asfeb.

SEMINÁRIO

Ao final do trabalhado da Comissão, a proposta de Estatuto será apresentada para análise e discussão em seminário e em seguida apresentada em assembléia geral.

Fonte: Jornal ASFEB – Jul/05 – pág. 9

Blog do AFR: Em 2005 a Bahia já dava exemplo com um banho de democracia estimulando o debate de tema tão sensível.

Leia também:

Plano de Ação e Metas – Sinafresp

5 pontos para um sindicato forte

março 12, 2011

Plano de Ação e Metas – Sinafresp

PASSADO & PRESENTE 

“A Diretoria do Sinafresp divulga Plano de Ação e Metas para 2006″

Tempos atrás, era prática dar conhecimento do cronograma de atividades com o objetivo de integrar toda a categoria. Naquela época, era pauta corrente o Subteto único, a Lei Orgânica, além da constante preocupação com a Reforma da Previdência dentre outras inúmeras demandas. Tal iniciativa é pré-requisito em qualquer ambiente onde se pretende estimular a conscientização responsável, além da abertura para receber sugestões, algo típico quando se deseja a pluralidade de ideias.

Download do Plano de Ação 2006

Colaboração recebida

Leia também: 5 pontos para um sindicato forte

fevereiro 10, 2011

Protegido: Nomeados em 03/05/1990 (parte)

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

fevereiro 8, 2011

Histórico da Lei Orgânica

PASSADO & PRESENTE

Elaborada em 1993/4, pela AFRESP e SINAFRESP, minuta completa de LEI COMPLEMENTAR que INSTITUI A LEI ORGÂNICA DO FISCO ESTADUAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Em trabalho conjunto, através de comissão de ilustres colegas, ampla divulgação e participação, foi elaborada, discutida pelas Diretorias, revisada, finalizada, impressa e distribuída a todos os associados, tendo sido apresentada oficialmente em solene reunião no Anhembi em junho (?) de 1994, com a palavra e compromisso dos dois Presidentes, à época, João Eduardo DADO Leite de Carvalho, Afresp e José Carlos VAZ DE LIMA, Sinafresp (este, então candidato a Deputado Estadual, encerrou seu pronunciamento com enfática promessa de encaminhamento e luta por aprovação, se eleito fosse. [E foi… já a Lei… ficou no aguardo do ‘momento oportuno’ !] Cremos que pode ser encontrada em algum armário ou gaveta de nossas entidades). Em 80 páginas 16X23, contém 215 artigos + 20  em Disp. Transitórias; prevê a Superintendência da Receita Estadual, o Conselho Superior do Fisco Estadual, a Corregedoria – Geral do Fisco Estadual; o Nível Inicial, além dos outros VI; o Fundo Especial de Desenvolvimento e Aperfeiçocamento do Fisco Estadual, constituído com 50% das multas e do qual, 70% se destina à RAV, percebida independentemente da remuneração, até o valor dessa, mas sem outras restrições (sub – tetos)! (art.125). Etc.

Vejam: a mais de 16 anos tivemos o queijo na mão… não era perfeito, mas faltou uma boa faca. Tenhamos esperança (afinal o que são meros 16 anos?) e, em nossa estante, um exemplar. E, continuamos a acreditar que, com o decidido apoio de todos os AFRs, aquele ‘reiterado compromisso’, um dia, tornar-se-á  realidade.

Blog do AFR

Tags:
fevereiro 2, 2011

Protegido: Projeto Fronteiras

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo: