Archive for ‘Edison Farah’

fevereiro 24, 2019

Terceiro setor

Edison Farah

São Paulo, aos 24 de fevereiro de 2019

Domingo, 18,00 horas

Diletos,

50, 60 anos atrás, formávamos um grupo de quixotes que se entusiasmaram com a promoção e implantação do terceiro setor no Brasil, com incentivo ao voluntariado.

Acreditávamos que seria uma forma, pelo engajamento desinteressado dos cidadãos, de ajudar o desenvolvimento do nosso país, fosse na questão social, fosse na questão ambiental e na qualidade da vida urbana e rural.

O Estado de São Paulo foi o pioneiro na criação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, no governo Franco Montoro,1983,  o que foi emulado depois por todo o Brasil.

A criação da Secretaria era pleito dos muitos grupos organizados que pugnavam pela proteção da fauna e da flora, e do patrimônio histórico, artístico e urbanístico,  à época.

Fomos  os idealizadores dos diversos movimentos de proteção da cidade, como o “Defenda São Paulo”, “Viva o Centro”, “Viva Pacaembu”, “Forum Permanente do Meio ambiente e Segurança Pública”, etc., e pioneiros no desenvolvimento de ideias e projetos para a  questão ambiental, e na defesa da qualidade da vida. Na promoção da sustentabilidade na economia e no meio ambiente. Na promoção do cooperativismo. No incentivo ás sociedades amigos de bairros, que definimos com “escolas da cidadania”. Atuamos intensamente na formatação legal do terceiro setor, que resultou na elaboração e promulgação da Lei 9.790/1999, Lei das OSCIPs.

read more »

Tags:
dezembro 31, 2018

Mensagem de Ano Novo

Edison Farah

E assim termina 2018, este ano caótico, surreal, de absoluto terror para este planeta.

Aparentemente, para nós, i brasiliani, brutti, sporchi e cattivi, será o ano do resgate da pátria….
Temos ouvido, desde que nascemos, que é um privilégio nascer no Brasil, pois aqui tudo ainda está por se fazer, e portanto aqui não se morre de tédio……..
Sem dúvida de tédio não morremos aqui…
Morremos trucidados fisicamente pela violência do crime bárbaro produto das equivocadas políticas de Segurança Publica, na guerra civil que aqui grassa há vários anos. Morremos pela inexistência de saúde pública.
Morremos pelo pestilência nas cidades devida à ausência de saneamento básico.
Morremos pela cidades brasileiras transformadas em acampamentos medievais, com a favelização desenfreada. Pela especulação imobiliária. Pelo estupro do patrimônio histórico, arquitetônico e ambiental.
Morremos pela predação selvagem das florestas, dos rios, dos oceanos.
Morremos pela ausência de cidadania na massa, pela carência do sentimento de pertencimento, pela destruição da memória nacional.
Morremos pela prevalência de um sistema educacional que deforma a juventude.
Morremos pela desvirtuamento da Academia, e da Universidades, que diplomam, em todas as carreiras, analfabetos funcionais.
Morremos enfim pela indignação de vermos os 3 poderes da República, e todas as suas instituições, aparelhados pelo mecanismo de predação da coisa pública que se instalou no país com a decantada Nova República, que de nova nada teve, e que acentuou drasticamente a injustiça social.
Morremos aviltados pelo horror aqui construído neste 500 anos por uma elite míope, mesquinha, e escravocrata.

read more »

Tags:
junho 12, 2018

Ficção para fim de noite…

Às 22,30 horas de 12 de junho de 2018

Edison Farah

“Coisas estranhas no Reino da Dinamarca”

Pois é, coisas estranhas, de um surrealismo que o próprio Shakespeare  teria dificuldade para poetizar, ocorrem num determinado reino mágico perdido nos rincões dos trópicos.

Imagine-se  que existe nesse reino um feudo que tem um Senhor, um nobre, um duque, e tem uma câmara que dita leis.

Esta câmara é composta por condestáveis da representação popular que ano após ano são conduzidos aos mesmo cargos, muitos deles há mais de trinta anos exercendo funções legislativas.

Também conta esse parlamento, esta câmara, com diversos órgãos de assessoria que analisam toda a elaboração das leis sob diversos ângulos, mormente sob o ângulo da conformidade dos anteprojetos gerados ante a Constituição Maior do Reino, a MÃE de todas as leis.

E então resolvem esse Lordes apresentar uma lei sobre questões remuneratórias dos funcionários do feudo, e ficam meses e meses, quase dois anos, estudando esta lei, sob todos os aspectos, primeiramente o constitucional, depois orçamentário, depois de relevância social, etc., etc…

read more »

abril 3, 2018

O Mecanismo e a Rebelião dos Narcisos

Edison Farah

.03 de abril de 2018

Este artigo abaixo do preclaro Pinheiro Pedro tem tudo a ver com o que se passa com as carreiras de estado,  e a destruição funcionalismo público neste país.

Quem melhor representa o mecanismo senão o PSDB, e seus filhotes, bebês de Rosemary,- a petralhada ignara e fascistóide-, os quais, aliados ao velho esquema de sempre, leia-se MDB, UDN/DEM,  PTB/PDT, e as escórias sócias menores do consórcio  tupiniquim de saque ao Tesouro -(os partidecos de aluguel desta republiqueta)-, foram  mais destrutivos que  velha direita porque acoplaram à roubalheira uma ideologia patológica de destruição da moral, da família, e dos costumes civilizados, seguindo a cartilha de Lenin, Gramsci e outros espíritos das trevas, corrompendo de forma irreversível as gerações dos  últimos 20 anos, como bem demonstrado no meu texto “O Brasil sob o domínio do Mal”.

E atenção: o horror e a violência estão se sedimentando em todo o território nacional. O golpe que proclamou a República, depondo D. Pedro II, foi a maior tragédia que nos aconteceu. E selou o destino do Brasil como republiqueta bananeira para gangsteres de todos os naipes. .

farah.edison@gmail.com

read more »

Tags:
março 16, 2018

Anatomia de um crime conveniente

Edison Farah

São Paulo, em 16 de março de 2018

Diletos operários da coisa pública, por força da função que desempenhamos sempre é bom termos consciência clara da guerra que assola o Brasil neste terceiro milênio, e ficarmos atentos para a armadilha do marketing bem estruturado de uma mídia aparelhada, que atende ao projeto em andamento há 30 anos nesta terra, do gangsterismo internacional, coadjuvado por uma “elite” canalha que aqui ocupou a representação política, empalmou os 3 poderes, e as instituições no Brasil, para concretizar seu projeto de transformação definitiva do Brasil numa republiqueta bananeira, paraíso do crime planetário.

Assim, vale meditarmos sobre a boa análise do texto que segue.

farah.edison@gmail.com

PERFIL e ARTIGOS de EDISON FARAH

NOTA: O BLOG do AFR é um foro de debates. Não tem opinião oficial ou oficiosa sobre qualquer tema em foco.
Artigos e comentários aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus autores.

Vereadora corajosa e militante, Marielle Franco é o “corpo que convém” aos contrários à intervenção…

A Vereadora Marielle, em sua base, na Maré – o crime é uma armadilha para as forças federais…

read more »

Tags:
outubro 12, 2017

Heroísmo no país dos anti-heróis

Edison Farah

LEIAM E CHOREM!
Texto perfeito, descritivo síntese do povo medíocre e deformado que nos tornamos.
Chorem a anti-civilzação que nesta terra medrou!

Heroísmo feito de carne, ossos, coração e alma

por Antonio Fernando Pinheiro Pedro

No Brasil das mídias podres, dos funkeiros celerados, da esquerdalha caviar, heroísmo é ter status social e grana no bolso.

No país dos psicopatas sociais, Neymar é herói, não por fazer belos gols mas… por ter dinheiro. Apresentadores-bolhas da televisão- idem, ganham heroísmo quando contratam “likes” nas fazendas de perfis do mercado negro das redes sociais.

Políticos canalhas, que roubam o povo e distribuem migalhas em forma de camisetas e sanduíche de mortadela, tornam-se “Heróis do Povo” na propaganda partidária dos militontos enraivecidos.

read more »

Tags:
junho 4, 2017

Sinafresp, e a caixa preta dos incentivos fiscais em São Paulo?

Edison Farah

04 de junho de 2017

Convoco o SINAFRESP para que, na esteira dos nossos valentes pares de Minas Gerais, promova campanha em São Paulo para devassa nas empresas beneficiadas com incentivos fiscais, haja visto que nas denúncias da famigerada dupla de bandidos da Holding JBS foi citada régia propina para liberação de crédito fiscais (leia aqui).

Dessas propinas, como está denunciado na imundície que veio à tona, é o financiamento político neste país.

E, também, o que deve, urgentemente, ser feito pelas autoridades fazendárias, nesta cruzada que empreendemos ultimamente para resgatar a dignidade do Fisco Paulista, é a revisão criteriosa de todos os regimes especiais concedidos. Nesses regimes há uma caixa preta, muito preta… E a mantença de algum tipo de privilégio a determinada empresa teria seu custo político partidário, sem dúvida.

read more »

Tags:
maio 21, 2017

Sou retardado!

Edison Farah

21 de maio de 2017

“A Republiqueta excretando seus dejetos. As vísceras podres, cancerosas, de um país amalgamado para o ilícito. Valhacouto de gangsteres de todos os naipes.”

Pessoal, interessante que acaba de me cair a ficha agora.

Como tenho consciência de meu retardamento mental, isto explica porque a ficha só me caiu agora.

É o seguinte:

O Sr. Henrique Meirelles, nosso todo poderoso Ministro da Fazenda, preposto de Wall Street durante todo o sultanato petralha para monitorar e gerenciar a economia tupiniquim, e que continua monitorando e gerenciando, terminado o seu mandato no Banco Central ao fim do (des)governo Lula, foi contratado como presidente do Conselho de Administração da holding do grupo JBS.

Exatamente neste período dos petralhas no poder- (2003-2016-Lula e Dilma) –  foi quando os bilhões do Tesouro alavancaram o império mafioso.

A pergunta que se me assoma:  O Presidente do Conselho de Administração desde 2012 da poderosa Holding não tinha conhecimento dos bilhões que entravam dos generosos financiamentos estatais, e dos milhões que saiam via caixa 2 da contabilidade da holding???

E mais:

read more »

Tags:
abril 19, 2017

Batalha de Guararapes – Pátria e exército forjados no fogo e no sangue

Edison Farah

19 de abril de 2017

Para avivar a memória dos meus diletos pares, nestes tempos de destruição da nação sonhada, sempre é bom que os atuais operários da coisa pública tenham presente nossa história, o começo do Brasil.
Leiam este texto que lembra os heroicos tempos da luta no braço…
Minha impressão é que teremos que retornar ao começo, e expulsar na marra, pelo sangue, a canalha que se apossou das instituições nesta terra.
Porque, pelo sangue, o crime de cima, e o crime de baixo, aliados, já estão trucidando nosso povo, e desmanchando a pátria.

A nacionalidade brasileira e seu exército foram forjados a ferro, fogo e sangue, em Jaboatão dos Guararapes

Por Antonio Fernando Pinheiro Pedro

A nacionalidade brasileira foi forjada a ferro, fogo e sangue, em Jaboatão dos Guararapes. Ali, mazombos europeus, quilombolas africanos e nativos silvícolas se autodenominaram “patriotas” e formaram a primeira força militar nativa, com comando próprio, visando se defender de uma força regular invasora europeia.

Em Guararapes ocorreu, por isso mesmo, o nascimento do Exército Brasileiro.

Foram duas batalhas, que puseram fim à vontade política dos holandeses tomarem o Brasil para si, como afirmação de sua soberania contra o domínio espanhol. Mas a batalha que marca do dia do exército, 19 de abril, foi a primeira.

De fato, as Batalhas dos Guararapes foram as principais ações bélicas ocorridas no Nordeste brasileiro contra a presença dos holandeses na região. Deflagradas em abril de 1648 e fevereiro de 1649, as batalhas enfraqueceram as posições holandeses na colônia portuguesa, o que culminou com a saída dos flamengos em 1654.

Não foram batalhas regulares, as forças “patriotas” implementaram uma ação militar com táticas de guerrilha.

read more »

Tags:
abril 16, 2017

Páscoa e Pessach…

Para todos os meus queridos:
Comungo, adoto e repasso a feliz e oportuna mensagem do nosso dileto Carlinhos Brickmann, nesta Páscoa do ano de 5777, ou 2017, querendo para todos que esta data seja uma possibilidade de profunda reflexão sobre o que leva as pessoas, em seus microuniversos, e os povos, a tanta desídia, destruição e dor, ainda, depois de tantos milênios de existência neste planeta.
Beijos
Edison Farah

…ma mesma época, duas religiões mostram as duas faces do mundo ideal
Páscoa e Pessach, Pessach e Páscoa: a ordem é Convivência, a ordem é Tolerância
Na mesma semana, Páscoa e Pessach
O Pessach judaico marca
A passagem da escravidão à Liberdade
A Páscoa cristã assinala
A vitória da Vida sobre a morte
Pessach e Páscoa
As duas faces do mundo como ele deveria ser.
Feliz Páscoa!
Pessach Chag Sameach!
2013

Leia também:

Milagre em causa própria

Apetite tributário na Páscoa do brasileiro

novembro 20, 2016

O Fisco vai quebrar o Brasil – O apocalipse…

Edison Farah

São Paulo, em 20 de novembro de 2016

A propósito de cabrais e garotinhos, de empreiteiras e banqueiros, sobre escravidão e cidadania, sobre república e pirataria, sobre esquerda e direita, sobre PSDB, PT, PMDB e quejandos, sobre crápulas, canalhas, gangsteres e assassinos, sobre algozes e políticos brasileiros, sobre mídia e mentira, sobre vida e morte, sobre os milhares de assassinatos anuais, sobre a guerrilha aberta em que vivemos no dia a dia. 

Convido meus pares, operários do fisco, hodiernos prepostos do feudo em que se transformou esta terra ao passar da barbárie à decadência sem jamais ter conhecido a civilização, no dizer de Lévi-Strauss já nos idos da década de 30, assertiva que comprova o visionarismo dos gênios

Convido a meditar muito, até a questionar-se existencialmente, sobre o que fazermos, cada um de nós, sobre nosso papel nesta orquestra infernal que opera o leviatã que é hoje o Estado brasileiro, sobre para que serve, e a quem serve, nossa existência.

E convido mais, a algum teórico, que os há, brilhantes acólitos do desgoverno que empalma o país, cavaleiros do apocalipse que nos envolve, da guerra, da peste, da fome e da morte, a refutar o articulista, nem que seja utilizando-se dos sofismas que o poder utiliza a mancheias, para ludibriar o povo e garantir a escravidão.

Leia aqui: Voltamos à idade média… O paraíso dos coletores de impostos e inquisidores, que obrigavam aldeões a darem as galinhas e venderem a mãe para não serem presos…

read more »

Tags:
novembro 15, 2016

Trump, a mídia, o politicamente correto, a lavagem cerebral, e quejandos…

Edison Farah

15/11/2016 (127º da republiqueta)

Ofereço aos dileto pares, operários da coisa pública, que se interessam em ampliar sua cultura geral e gostam de avaliar teses diversas sobre a conjuntura que nos envolve a todos no planeta, dois textos que, de certa forma, são complementares.

E aos que acreditam que as coisas se resolvem intestinamente em cada país, sugiro meditar sobre estes textos e “otros más”, que através dos tempos surgem mostrando a vida como ela é.

Vale conhecê-los.

Abraços

1 – Back to basics – Americanos resgatam os mais simples valores americanos

2 – O neocolonialismo “pós-moderno” como ameaça ao Estado nacional

read more »

Tags:
novembro 2, 2016

Ensino abaixo da média da mediocridade mediana

Edison Farah

01 de novembro de 2016

Diletos, neste tempos de tanta insegurança sobre o que será desta terra, vale atentarmos para a lúcida análise do nosso sistema de ensino no texto abaixo.

Um futuro como país, alguma possibilidade ainda de lograrmos construir uma nação, sem dúvida tem a ver com a educação que pudermos proporcionar ao nosso povo.

Se entendermos com clareza que estamos formando hordas de sociopatas, imbecilizados e idiotizados, e se nos dispusermos efetivamente a mudar essa realidade, talvez haja algum porvir menos sombrio para o Brasil.

O que os desgovernos fazem é muito articulado na linha da dominação: a debacle das carreiras de estado, o desmonte das polícias, o sucateamento da universidade, a proletarização do professorado, tudo visa plasmar um povo sem verticalidade, e sem descortino, de fácil subjugação pelo capital predatório que predomina no planeta. 

read more »

Tags:
maio 31, 2016

O bonde dos imbecis

Edison Farah

AspasA27 de maio de 2016

Brasil hodierno.
Exatamente isso. IMBECIS E CELERADOS!
É revoltante, e a continuar essa permissividade insana com a animalidade, com esta sublevação dos costumes e do senso comum natural, que começa com a tolerância a comportamentos anti-sociais aparentemente inofensivos, como as pichações selvagens elevadas a “expressões artísticas” dos menos favorecidos, estaremos caminhando inexoravelmente para a barbárie nesta terra.
Aliás, pelo que constatamos no dia a dia nas páginas policiais, nos sórdidos programas das TVs, em todo o  proselitismo midiático que promove diuturnamente a depravação dos costumes, na deseducação cívica permanente das massas pelo circo de horrores que é o Congresso Nacional, já vivemos a barbárie há muito tempo.
Por quem os sinos dobram?
Dobram por nós, brasileiros…AspasF

read more »

Tags:
maio 24, 2016

The walking dead…

Edison Farah

24 de maio de 2016

Mais  um texto direto e definitivo sobre a escória que se apossou desta terra e que tenta a todo custo destruir o que resta de vida civilizada neste desgraçado país.

Leiam. Fernando Pinheiro Pedro diz tudo (link aqui).

Grupo escorado em psicopatas sociais, em artistas parasitas, em drogados e marginais de toda espécie, em drogados e criminosos organizados como PCC, CV, ADA,  MST, black blocks e quejandos. Incluindo as camarilhas internacionais, o crime organizado do contrabando, do jogo, das drogas, das igrejas lavanderias, etc etc…

Pobre Brasil!!!

Assino embaixo.

farah.edison@gmail.com

PERFIL e ARTIGOS de EDISON FARAH

NOTA: O BLOG do AFR é um foro de debates. Não tem opinião oficial ou oficiosa sobre qualquer tema em foco.
Artigos e comentários aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus autores.

 

Tags:
maio 10, 2016

Série os “Príncipes da Republiqueta” [Edição extra]

Edison Farah

Chicaneiros, Nelson Rodrigues e a política nacional judicializada

AspasAEmbora tenha encerrado esta série, reabro-a agora com uma edição extra, pois os últimos espetáculos havidos naquele picadeiro onde se humilha o povo brasileiro e se escracha a dignidade da pátria, nos indignam de tal forma, e nos desesperam, pois deixam claro que estamos –os brasileiros-escravizados por um poder que foi empalmado por gente indigna de exercer cargos de tanta relevância no concerto institucional.
Bem definido pelo Pinheiro Pedro o STF que temos.
Esta é a maior tragédia legada pelo PT ao Brasil: o Judiciário, última instância de guarida do povo, aparelhado e desmoralizado. Dominado por chicaneiros. Trágico, muito trágico!
E se não lograrmos realizar uma profunda mudança institucional, com revisão de todo o aparato estatal, e da forma da composição dos poderes da República, não haverá salvação para esta terra.
Caminhamos inexoravelmente para uma debacle civilizacional irreversível.
Colegas, leiam o texto (link aqui), e chorem comigo.AspasF

farah.edison@gmail.com

PERFIL e ARTIGOS de EDISON FARAH

NOTA: O BLOG do AFR é um foro de debates. Não tem opinião oficial ou oficiosa sobre qualquer tema em foco.
Artigos e comentários aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus autores.

Tags: