Mobilização de APOFPs para audiência com França

Piquete em frente ao Bandeirantes para falar com o governador que suspendeu medida de reposição salarial adotada por Alckmin em 2017

Segundo a Agesp, associação que representa a categoria, os salários não são reajustados desde 2012. Para compensar, o tucano havia acordado em conceder 20% de ajuste —percentual que, dizem, não está sendo cumprido por França.O impacto desses 20% nas contas públicas, segundo os analistas, é estimado em R$ 2,8 milhões na folha de pagamento de 2018. A categoria é responsável por controlar fiscalizar a execução dos gastos públicos do estado.

Segundo os fiscais, que trabalham na Fazenda e no Planejamento, a entidade que os representa, a Agesp (Associação dos Gestores Públicos do Estado de São Paulo), tenta agendar uma audiência com França desde maio para tratar do assunto, mas não tem recebido resposta.

À noite, o Palácio dos Bandeirantes informou que os servidores foram recebidos pelo secretário de Planejamento, Maurício Juvenal, que agendou uma nova reunião com os analistas para a quinta-feira (28). No encontro, estarão também presentes os secretários da Casa Civil e da Fazenda.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: