A hipocrisia prevalente e persistente…

Edison Farah

São Paulo, em 08 de fevereiro de 2018

Quase 500 milhões de reais foram distribuídos a advogados públicos em 2017 a título de sucumbência…

Fica tão estanho tudo isso, e soa como um cinismo insuportável se falar em teto para o funcionalismo.

E em reforma da previdência, então, não há adjetivos para tanta infâmia contra o povo brasileiro…

Quando digo que os componentes do sistema judiciário e das suas carreiras complementares no poder executivo, são os “príncipes da republiqueta”, há de concordar comigo qualquer pessoa moralmente honesta.

Eu entendo que as carreiras específicas de estado têm que ganhar o suficiente para terem uma vida digna e não estarem seus membros sujeitos à cooptação por interesse espúrios ao bem comum.

Também é óbvio que a campanha da mídia aparelhada e vendida ao capital criminoso que domina este país é um sofisma infame porque compara o salário dos servidores públicos com a massa salarial na atividade privada.

Como os salários e remunerações pagos no Brasil sao condizentes com trabalho escravo, este paralelo é falso, é sofisma, na medida em que a mór parte do povo não ganha o mínimo necessário para sua mantença básica numa economia que se afirma capitalista….Basta se olhar o valor do salário mínimo, que precisaria ser multiplicado por 4 para prover a subsistência de uma pessoa, segundo qualquer estudo econométrico sério.

Todavia, o que soa estranho, e o que não é aceitável, é que o STF tenha tirados todas as compensações salariais dos regimes estatutários dos funcionários públicos dos demais poderes, mas defendem a ferro e fogo as deles.

Nisso está o que chamo de estelionato sujo a EC 47/2005 pois, ao estabelecer o teto em 2005, o bandido Lula primeiro a comprou de Congresso venal, como ficou comprovado nos autos do Mensalão. E segundo, também a comprou por suborno indireto aos juízes do STF, ao garantir que eles ficariam fora do regramento, e poderiam ter todas suas conquistas preservadas, desde que manietassem os funcionários dos demais poderes …

É muito triste tudo isso, pois a destruição das carreiras do Executivo,- polícias civil e militar, auditores-, e as FFAA, inclusive, bem como as carreiras universitárias, destruiram o Brasil.

É muito cinismo dessa chamada “elite” empresarial e dos meios de comunicação. É venal, mentirosa, e antipatriota.

E está a serviço do capital criminoso que domina o Brasil.

E nem estamos aqui apontando a remuneração dos cargos de gerência e das diretorias das estatais….

Quanta hipocrisia nesta terra infeliz.

SOMOS, SIM, UM PAIS FEUDAL EM PLENO TERCEIRO MILÊNIO.

E COM A MAIS HIPÓCRITA E ESCRAVAGISTA “ELITE” DOS TEMPOS MODERNOS.

farah.edison@gmail.com

PERFIL e ARTIGOS de EDISON FARAH

NOTA: O BLOG do AFR é um foro de debates. Não tem opinião oficial ou oficiosa sobre qualquer tema em foco.
Artigos e comentários aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus autores.

Tags:

3 Comentários to “A hipocrisia prevalente e persistente…”

  1. Concordo plenamente que nossa elite é podre e tem nojo do povo. Mas o problema são os integrantes da classe trabalhadora/média agir, pensar, votar e/ou ter um modelo mental de quem efetivamente sempre controlou o poder político. São Paulo está há mais de 20 nas mãos do PSDB e talvez considerado o paraíso dos “coxinhas”, gente sem qualquer capacidade intelectual para separar o joio do trigo, ou seja, distinguir quem efetivamente tem preocupação com o ser humano e/ou causas sociais. O que se vê hoje no Brasil, após o golpe, é o desmonte do Estado, não reformas ou ajustes pontuais, necessários de quando em quando, mas sem ofender o direito adquirido ou a segurança jurídica, princípios que foram jogados no lixo. Todos sabemos que há muitas aberrações e privilégios. De todos os poderes, dúvidas não há que o nosso sistema judicial é infinitamente o pior e mais corruptos deles e sem nenhum controle social efetivo. Só não vê isso quem é cego ou lobotomizado. Salta os olhos. Servidor público tem que ter limite remuneratório sim. Ninguém pode enriquecer às custas do erário. Quer endinheirar-se? Vire empresário, embora pense que até nisso o Estado deveria intervir, a fim de evitar exageros absurdos, vistos hoje em dia, no qual 5 ou 6 pessoas têm mais da metade da riqueza brasileira e/ou mundial. É normal isso?

    • Fui ler meus mentários e catei alguns piolhos. Aí vai pequenas correções: “o mais corrupto deles”, “salta aos olhos” e “nos quais 5 ou 6 pessoas”.

  2. É exatamente isso aí prezados Edison e João Batista, parece que o colega Edison inclusive inspirou o carnavalesco da Paraíso da Tuiuti, que fez um lindo desfile expondo todas essas mazelas de nossa sociedade manietada pelo grande “capital criminoso”, pois de fato, há muita “hipocrisia nesta terra infeliz” e realmente parece que “SOMOS, SIM, UM PAIS FEUDAL EM PLENO TERCEIRO MILÊNIO. E COM A MAIS HIPÓCRITA E ESCRAVAGISTA “ELITE” DOS TEMPOS MODERNOS.”

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: