Archive for fevereiro 23rd, 2017

fevereiro 23, 2017

DENÚNCIA | Secretario da Previdência é conselheiro da BrasilPrev

Conflito de interesses aponta documento encaminhado à Comissão de Ética da Presidência da República

+ VÍDEOS

Articulador da principal reforma do governo Temer, o secretário da Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, é membro do Conselho de Administração de uma das maiores empresas de previdência privada do país, a BrasilPrev, do Banco do Brasil. A lei nº 12.813/2013, à qual ministros, secretários, presidentes e diretores de estatais e cargos de confiança estão submetidos, determina que há conflito de interesses no exercício de atividade que implique a prestação de serviços ou a manutenção de relação de negócio com pessoa física ou jurídica que tenha interesse em decisão do agente público ou de colegiado do qual este participe.

Uma fonte ligada às negociações da reforma da Previdência afirmou que, no projeto inicial gestado pela Casa Civil, havia consenso de que não se mexeria na previdência complementar. “No apagar das luzes da formulação da proposta, no entanto, retiraram travas na lei que obrigavam os servidores públicos a fazerem seus planos somente por meio de empresas públicas sem fins lucrativos”, disse. A medida, atribuída a Marcelo Caetano, abre a porta para instituições financeiras privadas, como a BrasilPrev, entrarem com tudo no mercado de previdência complementar para o funcionalismo público.

read more »

fevereiro 23, 2017

Fiscais de rendas iniciam campanha de doação de sangue

Dando o sangue pelo Estado

Os fiscais de rendas estaduais iniciaram na terça-feira (21) campanha de doação voluntária de sangue. A mobilização “Dando o sangue pelo Estado” se estende ao longo das próximas semanas, por todo o Estado da Paraíba.

Para participar da campanha, o doador deve ter idade limite de até 69 anos, pesar no mínimo 50 Kg, não estar em jejum; após o almoço aguardar ao menos 3 horas.

O Sindifisco alerta que não estão aptos à doação aqueles que estiverem gripados, com febre ou infecção, portador de sífilis, malária ou doença de chagas, ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, que tenha tido hepatite após 11 anos de idade, tenha feito endoscopia, tatuagem ou piercing há menos de 12 meses ou possuir comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.

Fonte: Click PB