Temer usa reforma da Previdência para bloquear sua cassação

Presidente quer aprovação da matéria na Câmara dos Deputados até março

Diante dos rumores de que o ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estaria inclinado a apresentar relatório-voto favorável a cassação da chapa dos candidatos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) nas eleições de 2014, o peemedebista estaria apostando todas as suas fichas na reforma da Previdência para impedir a cassação de seu mandato.

Interlocutores de Temer afirmaram ao Brasília em Pauta que o presidente tem pedido a aliados que a matéria seja votada até o final de março na Câmara dos Deputados.

“Temer sabe que a aprovação de uma matéria tão polêmica comprovaria a governabilidade de sua gestão e reforçaria o compromisso de seu governo com a recuperação da economia do país”, explicou uma fonte próxima ao peemedebista.

Para Temer, a comprovação de que “seu governo está conduzindo o país para o caminho certo” inibiria qualquer apoio do TSE a “cassação de seu mandato como presidente”.

Fonte: Exame.com

2 Comentários to “Temer usa reforma da Previdência para bloquear sua cassação”

  1. Recebi o texto abaixo do colega Bianchi.
    Vale verificar o que, de fato, arruína o Brasil.
    http://outraspalavras.net/brasil/ladislau-quem-quebrou-o-estado-brasileiro/

  2. Toda reforma previdenciária é desastrosa à classe trabalhadora. Isso sempre foi assim, desde que me conheço por gente e, olha hein, já estou com 83 anos! Nessa negociação, absurda, em que a União vai socorrer os Estados falidos, por corrupção e roubos, querem impor encargos a terceiros, que não tem nada a ver com esses bandidos, que ainda só uma ínfima parte se encontram na cadeia, como por ex.: ” a elevação das contribuições dos funcionários públicos à previdência social: da ativa, dos aposentados e dos pensionistas de 11% para 14%”. Quais são nossos pecados nessas desmoralizações toda? Venho respeitosamente, propor ao Departamento Jurídico do nosso Sindicato um estudo minucioso quanto a constitucionalidade deste ato pretendido. Na minha opinião ele não pode prospera porque é redução de salário com proibição prevista na Carta Magna.

Deixe uma resposta para Henrique Francisco Furlaneto Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: