Alckmin quer ajuda de consultores para aumentar arrecadação do Estado

Helcio Tokeshi: “essa expertise será importante”

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinará nesta quarta (23), um acordo de cooperação com o Movimento Brasil Competitivo, o MBC. O objetivo é que o grupo auxilie o Estado a aumentar a arrecadação.

Uma consultoria de renome, que ainda será definida, conduzirá o trabalho de graça para o Estado A ajuda foi sugerida ao governador pelo empresário Jorge Gerdau, presidente do conselho do grupo, em reunião no Palácio dos Bandeirantes há algumas semanas.

A expectativa é que a consultoria leve até dois meses para finalizar o diagnóstico e a lista de recomendações do que deve ser feito. O acordo de cooperação, porém, terá duração de um ano e, eventualmente, a parceria pode ser estendida a outras pastas.

Em 2015, o MBC firmara parceria com Secretaria de Segurança Pública, comandada à época pelo atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Desta vez, o foco será a análise dos processos da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria Geral do Estado.

AJUSTE – Segundo o secretário de Fazenda de São Paulo, Helcio Tokeshi, um dos objetivos é melhorar as ferramentas usadas para fiscalizar os contribuintes. Não será debatida modificação nas alíquotas atualmente praticadas.

Precisamos continuar o trabalho de ajuste fiscal. São Paulo é um Estado que já fez muita coisa e essa expertise será importante para nos ajudar a identificar os próximos passos”

SIGILO – Para garantir o sigilo fiscal, o governo do Estado afirma que entregará à consultoria apenas “dados saneados”, ou seja, que não contenham a identificação do contribuinte ­ tanto a relação de pessoas físicas quanto de pessoas jurídicas serão omitidas.

O MBC já conduziu trabalhos semelhantes em outros Estados, como Goiás, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Municípios e órgãos federais também já receberam assessoria de consultorias indicadas pelo grupo.

Fonte: Folha de S.Paulo

4 Comentários to “Alckmin quer ajuda de consultores para aumentar arrecadação do Estado”

  1. Eu acho que é MAIS UM um passo para a privatização do fisco estadual.

  2. Isso tá cheirando muito mal. Vejam que o Estado do Rio Grande do Sul, aonde o MBC atuou segundo a noticia, está quebrado e será que é mera coincidência? De outro, tudo indica que o Governador de São Paulo está tentando terceirizar a fiscalização e a arrecadação tributária, mas, será que ninguém está enxergando que esse procedimento do Governador poderá vir a ser caracterizado como crime de ordem administrativa, em razão da quebra de princípios constitucionais e infra-constitucionais, pois é sabido que a fiscalização e arrecadação de impostos e a administração tributária são funções exclusivas e privativas de fiscais de rendas e auditores fiscais da receita, servidores públicos concursados, efetivos e integrantes das carreiras essenciais ao Estado. Além do mais, deve haver algum interesse maior (para as partes) por debaixo dessas tratativas de serviços de consultoria tributária gratuita, porque, já faz muito tempo que nem relógio quer trabalhar de graça pra ninguém. Portanto, não pode haver saudável concepção na essência do texto noticiado.

  3. Bom dia Sebastião Viana!
    Concordo com tudo que você escreveu. Mais uma do governador para desvalorizar nossa Classe.

    • Boa tarde, Nelson! muito obrigado pela mensagem!
      Você tem razão, pois, o governador de São Paulo realmente está intencionado em dar continuidade à desvalorização de nossa classe e, nós estamos pagando um preço muito alto, porque em um passado não muito distante afrouxamos as rédeas de condutas nas lutas pelos nossos pleitos e acreditamos em vãs promessas de atendimento das nossas reivindicações. Nossa classe pecou pela falta de iniciativas próprias no tempo certo! Abraços.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: