[Charge] No Reino do Tucanistão

faraoegito1

“Acabou a paciência, acabou a conversa, é greve daqui pra frente!”, ressaltou Maranca

+ Charges

Tags: ,

2 Comentários to “[Charge] No Reino do Tucanistão”

  1. Trabalhadores do Fisco estadual deflagram greve a partir da próxima quarta-feira

    02/06/2016

    O Fisco do Estado decidiu, em assembleia geral extraordinária realizada pelo Sindicato do Pessoal do Grupo de Tributação, Arrecadação e Fiscalização – TAF do Espírito Santo (Sindifiscal-ES) na tarde desta quarta-feira (1) na Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) deflagrar, por unanimidade, greve geral. A paralisação se dá por conta da inércia do Estado em atender às reivindicações da categoria, que se arrastam desde 2015.

    Entre as reivindicações está a aprovação de uma Lei Orgânica da carreira, conforme prerrogativas constitucionais quanto à essencialidade das suas atividades para o funcionamento do Estado e recursos prioritários para a realização dessas ações; o preenchimento de quadros da Receita, por meio da nomeação dos aprovados no último concurso, já que atualmente há apenas 336 cargos ativos, ante 580 previstos em lei; reestruturação da carreira de auxiliar fazendário; e transparência na divulgação de benefícios fiscais concedidos pelo governo, por meio da restauração do artigo 145 da Constituição Estadual.

    A greve por período determinado, que acontece após dois meses de paralisação das atividades do Fisco às quartas-feiras, terá início na próxima quarta-feira (8) e terá duração de 30 dias. Deste modo, ficarão paralisadas as atividades de tributação, arrecadação e fiscalização em todo o Espírito Santo.

    Horrores X Amores

    Outra definição da assembleia foi o fortalecimento da campanha Horrores, do Sindifiscal-ES, em contraponto à Amores, do governo do Estado, que divulga pontos turísticos. Nesse momento, a Horrores pretende chamar a atenção da população do Espírito Santo para os malefícios da renúncia fiscal praticada pelo governo, que gira em torno de R$ 4,2 bilhões até 2019.

    Quando renuncia receita, sem a premissa da transparência e a qualidade desses benefícios fiscais, o Estado tende a elevar a carga tributária sobre outros contribuintes, como forma de compensar a renúncia. Essa situação, além de recair sobre as camadas mais pobres da população, promove a concorrência desleal incentivando a sonegação, que financia a corrupção.

    De uma forma mais drástica, os valores do Índice de Participação dos Municípios (IPM) são consideravelmente reduzidos, ocasionando o estrangulamento da receita dos municípios que, predominantemente, dependem das transferências do Estado, sobretudo neste momento de crise e diminuição da capacidade dos municípios em investir em políticas públicas.

    Fonte/link

  2. Tá aí um bom exemplo a ser seguido. No momento atual a greve geral é a melhor decisão a ser tomada pela categoria de fiscais de rendas do Estado de São Paulo para cutucar o Governador e o Secretário da Fazenda. O único meio de se abrir uma negociação, com êxito, para ver atendidas nossas reivindicações salariais e normalização do pagamento da PR vai ser através da deflagração de uma greve geral da categoria de Fiscais de Rendas. Não há outra saída, pois as discussões administrativas já há muito tempo se transformaram em conversas pra boi dormir. Portanto, chega de acreditar em promessas, chega de acreditar em blá,blá,blá. A categoria de Fiscais de Rendas tem que botar pra quebrar, tem que mostrar aos crápulas do Executivo e da Administração Fazendária com quantos “paus se faz uma canôa”. É chegada a hora de agir, é chegada a hora de botar pra quebrar, porque Fiscal de Rendas não é bola murcha pra ser chutada pra escanteio. É chegada a hora de quebrar o pau da barraca e mostrar nosso valor enquanto ainda dá tempo.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: