[Charge] Quando o sapato aperta…

Estados podem obter carência da dívida (PLP 257/2016)

O secretário de Fazenda de São Paulo, Renato Villela, disse que, sem uma interrupção do pagamento da dívida por um prazo mínimo de um ano, o problema dos Estados não será
resolvido. Ele defendeu que as regras têm de ser diferenciadas, porque cada Estado tem problemas específicos.

Por isso, disse ele, para o governo de São Paulo, as regras de limitação do gasto, que serão exigidas dos Estados, terá de ser mais abrangente, valendo para gastos correntes em geral e não para um item de despesas específico, como de pessoal.

Não dá para fazer um sapato servindo para todo o mundo”, afirmou Villela. Segundo ele, Estados com maiores problemas de caixa poderiam ter uma interrupção maior do pagamento da dívida, mas em contrapartida medidas mais duras para sanear suas finanças.

Tags: ,

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: