Archive for fevereiro 7th, 2016

fevereiro 7, 2016

Decadência da escola pública

João Francisco Neto

“O ensino tinha duas vertentes: uma para as classes populares, e outra, para os mais ricos e abastados”

Em 1889, com o advento da República, o Estado passou a desenvolver um projeto para a educação pública, um assunto que no período da monarquia nunca havia sido objeto de muitas preocupações. Os novos paradigmas republicanos fizeram com que a educação passasse a ser vista como um ideal de progresso para toda a sociedade, de forma igualitária. Logicamente, a ideia de igualdade ficaria só no papel, pois, no início, a escola pública viria para atender apenas a uma parte da população. E assim continuou por um longo período, pois não havia vagas para todos e tampouco vontade política para mudar aquela situação.

A partir do início do século 20, o projeto do Estado de São Paulo para o ensino público era grandioso: foram erguidos prédios majestosos para abrigar as escolas, os professores eram muito valorizados – recebiam boa remuneração e tinham grande prestígio social, tanto assim que alguns eram contratados até no exterior. Segundo a perspectiva positivista dos primeiros líderes republicanos, a escola era vista como um valor central da sociedade e, como tal, deveria ocupar construções imponentes e altivas.

read more »

Tags: