Pela manutenção do status de mobilização!

teo.seminariog3Teo Franco

Só depende de nós seguir por mais 2 semanas ou aguardar 9 meses

Sem ter recebido qualquer oferta objetiva, imediatamente após a última reunião com o Sr. Secretário da Fazenda, Renato Villela, o Sinafresp convocou Assembleia Geral Extraordinária regionalizada, nesta quarta-feira (4), para “definir os rumos da categoria”, com a seguinte pauta fechada:

a) Aceitar a proposta apresentada pelo Secretário da Fazenda, suspendendo, até 30/06/2016, as ações de mobilização;

b) Manter as ações de mobilização.

Sem entrar no mérito do tema “mobilizar ou não”, entendo que, diante das eleições sindicais marcadas para o próximo dia 12, qualquer decisão desta AGEr pode comprometer seriamente as estratégias de ação da nova gestão.

Assim sendo, a única opção que nos resta é votar na alternativa “b” (manutenção do status atual de mobilização), para ser reavaliada, após os resultados das urnas. Esperamos, inclusive, gesto de grandeza da diretoria atual, com o convite da chapa eleita para conduzir o processo de consulta à Classe, via AGE centralizada, logo em seguida, na 3ª semana de novembro.

Caso contrário, estaremos engessando, por 9 meses, a nova direção sindical. Retirando desta, parte do seu legítimo mandato e retardando providências para nossas prementes questões, inclusive PLO (subsídio do governador) para este final de ano.

Atenção: AGE regionalizada será nesta 4ª feira (4/11), às 17h
(requer senha do Sinafresp)

9 Comentários to “Pela manutenção do status de mobilização!”

  1. Olá Teo. Acho que o Sindicato está perdendo tempo em não procurar um importante, influente e forte apoio junto à ALESP, na questão do teto salarial, que são os professores das Universidades Estaduais(USP, UNESP, UNICAMP), que estão sendo afetados duramente pelo achatamento salarial do governador, já que estes não têm PR. Têm somente o salário e ponto. Então, vasculhando o site do sindicato destes docentes, pra tentar encontrar algo sobre a discussão do teto, visto que recentemente tivemos notícias do corte de seus salários, achei uma entrevista interessante. Talvez você não tenha assistido e queira publicar em suas redes. Eis a entrevista. Abs:

    http://www.adunicamp.org.br/?p=1435

  2. Penso o contrário. Votar pelas mobilização agora é engessar a próxima diretoria a prosseguir nela. Devemos aceitar a oferta inédita de apoio oferecida pelo Sefaz. A RFB está mobilizada (?) desde janeiro (11 meses) sem nenhum resultado positivo.

    • Magnei votando pela mobilização nada impede de ser revisto daqui 2 semanas pois iria de encontro aos interesses do Sefaz. Já ao contrário causa grande desgaste desnecessário para a categoria

  3. Se votarmos pela “gestação”, esperando at

  4. Se votarmos pela “gestação”, esperando até o final do primeiro semestre é que estaremos engessando a nova diretoria, pois não poderemos mudar de posição senão seremos chamados novamente de não confiáveis pelo secretário, pois estaríamos quebrando um compromisso com ele. Já votando pela mobilização, nada impede que no início do ano, com nova diretoria e conselho, possamos convocar uma AGE para rever essa posição e aceitarmos uma trégua até julho de 2016, por exemplo, Eu como futuro representante da sede no conselho voto pela mobilização por esse motivo.

  5. Sou favorável que se mantenha a mobilização e que esta atual mobilização seja ainda mais aprofundada em suas ações, para mostrar ao SEFAZ que a nossa categoria, pode até estar com a imagem arranhada, mas que ainda temos coragem para reagir e acabar de vez com esse tipo humilhação perante a sociedade. Uma categoria gigantesca como a nossa do Estado de São Paulo, não pode sentir-se com a imagem pingida por causa de um pequeno grupo de dez ou onze fiscais corruptos. Temos que mostrar forte reação contra isso. Não podemos baixar a guarda e simplesmente acreditar nas palavras “fáceis” do atual Secretário da Fazenda e temos que ter cuidado com a “fala mansa” do Sr. Secretário Renato Vilella, que trás nas suas entrelinhas uma clara intenção de nos enfraquecer nos procedimentos em busca de melhores salários e melhores condições de trabalho (para os colegas da ativa). Em épocas passadas, quando acreditamos em “promessas” e não fizemos qualquer mobilização, fomos taxados de “bonzinhos”, deu no que deu e, jamais tivemos nossos valores morais e profissionais reconhecidos pelo Governo tucano e os Secretários da Fazenda que se sucederam. Por tudo isso e muito mais, não podemos baixar a guarda, sendo, portanto, necessário que a nova diretoria do SINAFRESP seja empossada com a devida ciência de tudo que foi feito até o final da gestão atual, e esteja empenhada em dar continuidade na mobilizão com a implementação de novas ações e quem sabe até a deflagração de uma greve com firme propósito de abalar o reinado do Governo tucano e seus súditos que vivem a nos enganar o tempo todo com “pirulitos e balinhas de caramelo”.

  6. RESULTADO PRÉVIO DA AGEr DE HOJE:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: