Sobre o aumento para os servidores do Judiciário

A real imoralidade brasileira: os factoides plantados pela imprensa

A grande mídia apressa-se em veicular o quão absurdo é esse aumento, tendo em vista que o país está em recessão, com milhares de neo desempregados e o governo sendo obrigado a contingenciar R$ 80 bilhões do orçamento da União porque não há de onde tirar os recursos. Também acho “absurdo” esse aumento de 78%, pelas razões que exponho a seguir:

– O salário mínimo em 2006 equivalia a R$ 350,00. O atual salário mínimo é R$ 788,00 – um aumento de 125% em 9 anos. O mesmo tempo que os servidores do Judiciário estão sem aumento (9 anos).  A inflação brasileira no período compreendido entre abril de 2006 e abril de 2015 alcançou 56,03%, segundo o IBGE;

O aumento de 78% será parcelado em 3 anos, com prestações semestrais. Esse aumento, porém, vem acompanhado de um aumento equivalente em relação aos valores pagos pelos servidores a título de Imposto de Renda e PSS o que fará com que a média de aumento, em dezembro de 2017, esteja entre 28 e 35% do atual salário líquido dos servidores, ou seja, em dezembro de 2017, um servidor receberá, em média, 33% a mais do que recebia em 2006, na época do último aumento. No período de 11 anos: aumento de 3% ao ano (longe de superar a inflação do período: 99,03%).

Tabela comparativa das carreiras do judiciário

 Fonte: Sindojus

Leia também:

Aprovado aumento para servidores do Judiciário

Magistrados querem auxílio-educação de até R$ 7,25 mil

Magistrados: Projeto do STF cria auxílios do berço ao caixão

Magistrados: Com 32 tipos de benesses, ganham 23 vezes mais

Remuneração dos magistrados paulistas (2)

Presidente do TJ: “Não dá pro juiz ir toda hora comprar terno em Miami”

João Dado é o novo relator do PL que reajusta salários do Judiciário

One Comment to “Sobre o aumento para os servidores do Judiciário”

  1. Discordo dessa tese. Esta na hora de parar de olhar carreiras segmentadas e tratar os servidores como um todo, pois todos são importantes, ou não? Se sim, devem valer o mesmo. Fiscais, juízes, promotores, judiciario e todas carreiras que estão anos luz a frente das demais devem dar uma “parada”(reposição sem ganho real) para que as demais os alcancem. Ou existe alguma justificativa pra essa disparidade??

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: