Jaulas de ferro

João Francisco Neto

“É a burocracia como forma de racionalização direcionando para modelos desenhados”

A partir do final do século XX, diante do desmonte de várias instituições, que até então funcionavam como sólidas fortalezas, o mundo passou a conviver com novos paradigmas, que resultaram em fatos como a desintegração das certezas do capitalismo e da modernidade, numa sociedade outrora estruturada em classes sociais, papéis dos gêneros, padrões de empregos para “a vida toda”, etc. Para o sociólogo polonês Zygmunt Bauman, a chamada sociedade pós-moderna passou de uma fase “sólida”, em que havia projetos simples e seguros, para uma fase “líquida”, num ambiente de múltiplas possibilidades, mas dominado pela angústia da incerteza.

Agora, com a desestabilização dos modelos clássicos de emprego, novas capacitações são exigidas a cada momento, ao passo que os trabalhadores veem-se na obrigação de se reciclar permanentemente, sob o temor de se tornar supérfluos ou ultrapassados, numa sociedade que vive na esteira das múltiplas e incessantes inovações tecnológicas. Criou-se então uma espécie de “presente eterno”, que descarta o valor das experiências passadas e valoriza os resultados imediatos. Não é de hoje que esses fenômenos têm sido observados. O sociólogo Max Weber (1864-1920), estudioso da sociedade capitalista, achava que o modo de organização do capitalismo clássico tornava possível uma previsibilidade em relação ao tempo, na medida em que as pessoas podiam elaborar narrativas estáveis para suas vidas, com planejamento de longo prazo de suas carreiras profissionais, por exemplo. Ao longo de quase todo o século XX, esse sistema funcionava como se fosse uma “pirâmide racionalizada”, em que cada posto e cada peça tinham ali uma função bem definida.

O modelo da pirâmide era tão sólido que praticamente dominou todas as instituições e o Estado, por excelência, até o final do século XX, quando vários acontecimentos acabaram por abalar os pilares desse modelo […] Continue lendo

Tags:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: