PIB Paulista x Arrecadação de ICMS – SP

alexandroafonsoAlexandro Afonso

Breve análise da utilidade da comparação

Imagine a seguinte situação: aconteceu um desvio de qualidade em uma fábrica X em que a solução está em algum lugar dentro do domínio da mecânica dos fluidos. Dois engenheiros são chamados: o Engenheiro Prático e o Engenheiro Preciso. O Engenheiro Preciso se debruça sobre toda a teoria e encontra a solução com margem de erro de 0,1%. Leva 2 dias para isto. O Engenheiro Prático monta um experimento no meio da fábrica com alguns baldes, bombas reservas, instalação elétrica simplória sem controles precisos e alguns medidores. Chega a uma solução com margem de erro por volta de 3% pra cima ou pra baixo em 2 horas.

Se pudéssemos escolher sem nos importar com o impacto econômico, não há dúvidas que todos escolheriam o Engenheiro Preciso. Porém cada minuto da fábrica parada é algum produto que não é produzido. Na melhor das hipóteses a produção será recuperada com horas extras com custo 50% maior em remuneração. Observando pelo impacto econômico, não há dúvidas que todos escolheriam o Engenheiro Prático. No frigir dos ovos, é bem provável que a solução a que chegaram os Engenheiros Prático e Preciso foi a mesma: aumenta a pressão na linha Z em W%. De qualquer forma, nada impede que se utilize o Engenheiro Prático na emergência (ou quando não é possível ter todos os parâmetros) e deixe o Engenheiro Preciso trabalhar depois em uma solução mais eficiente. É uma distinção comum na Engenharia. Fábricas normalmente têm mais Práticos e Pesquisa e Desenvolvimento normalmente têm mais Precisos.

O Dilema do Engenheiro se repete em diversas outras áreas. Quanto mais complexo o sistema, variáveis e dificuldade de modelagem, mais o dilema é aplicável. Analisando a Economia Paulista nos tempos atuais e buscando medir a eficiência da Administração Tributária Paulista temos um típico exemplo do “Dilema do Engenheiro”. Há variáveis incontáveis, há dificuldade de modelagem extrema e há muitas informações faltantes além de outros aspectos. Este é o campo ideal para a aplicação da melhor solução do “Dilema do Engenheiro”. Em primeiro lugar chamamos o Prático, depois trazemos o Preciso se for possível (PIB Tributável pelo ICMS, estou olhando para você).

Como o título sugere, a ideia deste artigo é verificar a possibilidade de utilizar o PIB Paulista calculado pela SEADE para medir a eficiência da Administração Tributária Paulista […] Continue lendo

Tags:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: