A quem interessa um fisco sem autonomia?

Miriam Arado

A sonegação, como a história demonstra, é a ferramenta tradicional dos chamados “crimes do colarinho branco”. Escândalos recentes levantados pela Operação Lava-jato ou pelas investigações sobre a Fifa e a CBF comprovam a importância fundamental da determinação de “detalhes” fiscais indevidos para que varreduras completas sejam promovidas, prisões sejam decretadas e uma centelha de esperança na justiça paire sobre a sociedade.

A Administração Tributária é que garante a correta arrecadação dos tributos e trabalha para que os tais “detalhes” sejam cumpridos de maneira clara e objetiva evitando, assim, que cifras milionárias sejam desviadas do seu propósito inicial, que é a formação de recursos para serem aplicados em políticas públicas para suprir as necessidades dos cidadãos, que são os verdadeiros donos desses recursos.

Hoje, mesmo sem as condições ideias, o trabalho do fisco vai além da arrecadação e gera provas concretas para que o Ministério Público e o Judiciário possam trabalhar. Um exemplo é a “Operação Yellow”, idealizada e executada pelos agentes fiscais de rendas e que auxiliou na redução da sonegação e da prática do crime organizado […] Saiba mais

* presidente do Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas (Sinafresp)

Tags:

3 Comentários to “A quem interessa um fisco sem autonomia?”

  1. Parabéns Míriam, pela colocação clara para a sociedade da função do fisco.
    Temos travado uma guerra nos últimos 20 anos contra o projeto explícito do PSDB de enfraquecimento da carreira pelo aviltamento da carreira, jogando seus operários numa derrocada salarial e funcional, com a desestruturação de todo o plano de cargos havida em 2008.
    Claramente este intuito serve a interesses que não são os da República.
    A infame campanha de desmoralização do funcionalismo público com poder de polícia é claramente a maneira de enfraquecer o Estado.
    Objetiva-se um Estado impotente ante a predação do capital predatório planetário.
    É mais do que urgente que as lideranças sindicais do serviço público acordem e reajam, pois caminhamos inexoravelmente para uma debacle generalizada no estamento público.
    Parabéns, Míriam, pela iniciativa, e insisto com você na missão educadora dos sindicatos dos servidores públicos, que devem empreender campanha diuturna em toda a mídia mostrando ao povo, com provas orçamentárias, os ralos por onde escoam os recursos que deveriam ser destinados à saúde, à educação, à segurança Pública……
    Mostrando porque somos essa republiqueta de merda!

  2. http://goo.gl/VGM6CH.

    seria interessante tambem divulgar esta imagem

  3. Análise interessante do momento. Em várias frentes a “coisa” não anda boa para o lado do Fisco. Cada vez mais estamos virando “cuspidores” de planilha, perdendo a autonomia inclusive para investigar o ilícito por meio de diligências. Em MG, mesmo com o Novo governo Pimentel, a decepção é grande. O Governo Estadual do PT manteve nos cargos de direção as mesmas cabeças que se entregaram de bandeja e alma ao projeto estratégico de enfraquecimento do Fisco Mineiro por doze anos. Os sistemas de controle do fiscal continuam funcionando a todo vapor, a base paralisada e engessada por um modelo retrógrado de administração por planilhas, sem liberdade de trabalhar as exceções, ou seja, as informações sonegadas, que não são repassadas espontaneamente pelo contribuinte, sem a INTROMISSÃO do fiscal, por meio do poder de polícia que lhe foi conferido pelo CTN. Vivemos uma mesmice desanimante, replicando roteiros, como se cada contribuinte não agisse de modo heterodoxo diante das circunstâncias tributárias…

    Agradeço pela iniciativa de colocar o tema em jornal de circulação nacional.

    Att

    Carlos H. Peixoto

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: