Vale tudo para turbinar salário de magistrados

Venda de férias, bonificação por dar aulas, acúmulo de cargos,  bolsa educação* e auxílio moradia

843 juízes e desembargadores do Rio de Janeiro receberam vencimentos superiores ao teto constitucional no mês de março, 34 ganharam mais de R$ 80 mil. O salário mais alto foi da diretora de um Fórum, que faturou R$ 129.253 mil. Dois meses antes, em janeiro, o contra-cheque de um juiz chegou a registrar R$ 241 mil.

Penduricalhos – Oficialmente o salário de um juiz gira em torno de R$ 27.500, mas há uma prática sistemática de agregar aos vencimentos uma série de benefícios que, somados turbinam os ganhos. O Tribunal de informou que os rendimentos não são ilegais, já que os aditivos estão previstos em lei. O TJ afirma que um dos benefícios que mais pesa no orçamento, a acumulação de cargos, ocorre em função do déficit de cerca de 100 juízes.

Novos ganhos – O Tribunal de Justiça do Rio aprovou no final de abril mais um benefício para os juízes: o auxílio-locomoção (R$ 1,1 mil). Na última segunda-feira, o governador Luiz Fernando Pezão sancionou uma lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que garantiu o auxílio-educação de até R$ 2.860,41 para juízes e funcionários do TJ custearem a educação dos filhos entre 8 e 24 anos (R$ 953,47 por cada um) […] Saiba mais

* Bolsa educação: R$ 20 mil ao ano para os magistrados investirem em estudo

Leia também:

Auxílio educação: Pezão dá uma mãozinha aos servidores [ativos]

Teto salarial. Quadro nacional

Remuneração dos magistrados paulistas (2)

4 Comentários to “Vale tudo para turbinar salário de magistrados”

  1. O maior salário deveria ser o da Presidente da República, depois os ministros, os governadores dos estados, os secretários, os juízes, os deputados, os médicos, os delegados, chegando aos vereadores que não deveriam ganhar nada, como acontecia até os anos 50. O salário mínimo serve como referência salarial e talvez assim não roubem tanto os aposentados. Aonde está a moral para uns poucos ganharem tanto e muitos não ganharem quase nada?

  2. Sempre foi assim! São eles que decidem quanto vão ganhar.

    E a nossa PR? quem tem alguma noticia? A 12 dias atrás o Téo disse não haver nenhuma? continuamos assim?

  3. Como vive um juiz da Suprema Corte da Suécia

    “Não almoço às custas do dinheiro do contribuinte”, diz um dos juízes da Suprema Corte da Suécia, Göran Lambertz, quando pergunto a ele se magistrados suecos têm direito a benefícios como auxílio-alimentação.

    Nenhum juiz sueco têm direito a auxílio-moradia, auxílio-saúde, auxílio-alimentação, abono de permanência, prêmios, gratificações extras ou carro oficial com motorista. Em números atualizados, os salários dos magistrados suecos variam entre cerca de 15 mil e 30,2 mil reais.

    “Luxo pago com dinheiro do contribuinte é imoral”, rebate Lambertz, que todo dia pedala até a estação ferroviária e pega um trem para o trabalho – na instância suprema do Poder Judiciário.


    _

  4. O Povo tem que unir-se e protestar com uma GREVE GERAL contra esta ROUBALHEIRA que os juízes participam porque juiz honesto não abocanha tanto dinheiro e mordomias indevidas!

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: