Archive for maio 30th, 2015

maio 30, 2015

O mal-estar da civilização

jfrancisconewJoão Francisco Neto

“Os novos deuses da modernidade são a ciência, o progresso, a técnica e a razão”

A humanidade vive uma onda de ansiedade e angústia, que se reflete no vertiginoso número de pessoas acometidas pela depressão. Infelizmente, isso não é nenhuma novidade. Em 1929, Freud (1856-1939), com base em estudos e observações, já havia chegado à conclusão de que o indivíduo não poderia ser feliz na civilização moderna. Em seu livro “O mal-estar na civilização”, uma das obras centrais do pensamento ocidental, Freud demonstrava que, apesar de todo progresso material e científico, o homem não havia se tornado mais feliz; achava que, para a satisfação do prazer e o alcance da felicidade, o homem teria que realizar trabalhos penosos. Ocorre que, como regra, o ser humano não é naturalmente afeito ao trabalho. Daí que, por meio da repressão social, os indivíduos acabariam por sublimar suas pulsões sexuais, canalizando-as para o trabalho. Ademais, agindo assim, as pessoas poderiam gerar os bens materiais e intelectuais que mantêm a sociedade. Nesse sentido, Freud escreveu que:

A civilização está obedecendo às leis da necessidade econômica, visto que uma grande quantidade de energia psíquica que ela utiliza para seus próprios fins tem de ser retirada da sexualidade”  […] Continue lendo

Tags:
maio 30, 2015

Protegido: [Charge] da Série “Jogo de adivinhação”

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Tags: ,
maio 30, 2015

Advogados da União: Por uma nova estrutura!

Em protesto, Advogados Públicos Federais pressionam Governo por valorização

O protesto ocorreu na última quinta-feira (28) no Ministério da Fazenda, contra a desvalorização das carreiras da AGU, por melhores condições de trabalho e investimentos na Instituição, destacando a atuação da AGU no controle da atividade financeira, atuando diretamente na arrecadação e prevenindo riscos e desvios que afetam o equilíbrio das contas públicas. Segundo o Diretor-Geral da UNAFE, Roberto Mota:

Não vamos retroceder. Nossa carreira está em intensa mobilização. O Governo e a sociedade precisam entender a relevância da nossa atuação. Todas as políticas públicas desenvolvidas em âmbito federal passam pelas nossas mãos e, se cruzarmos os braços, o Brasil também vai parar

O grupo destacou, ainda, a economia/arrecadação promovida pelos membros da AGU, que ultrapassou o montante de R$ 600 bi apenas em 2014. Durante o protesto, os membros entoaram gritos pedindo aprovação urgente da PEC 443/09, proposta que estabelece o fim do tratamento diferenciado entre as carreiras jurídicas brasileiras.

No protesto, também houve alerta para o movimento da entrega de cargos, cobrando especial atenção do Governo para que as exonerações ocorram dentro do prazo estabelecido de 15 dias. Dentre os principais problemas estão:
1. falta de estrutura
2. defasagem absurda no valor das diárias
3. excesso de trabalho devido à falta de membros
4. alta evasão em seus quadros
5. fosso remuneratório em relação às outras funções essenciais à justiça
6. ausência de gestão adequada dos recursos
7. desvalorização dos membros da AGU 
[…] Saiba mais

Leia também:

Procuradores vão entregar cargos de confiança

Auditores da Receita tem “Dia Nacional sem computador”

AFRFBs paralisam Ponte da Amizade por Adicional Fronteira