Archive for maio 28th, 2015

maio 28, 2015

Comando sindical em números

quadro-compara-sinafresp

Leia também:

Teto e IPCA: Evolução em 10 anos

Subteto – Subservidor e Subcidadão

Teto salarial. Quadro nacional

maio 28, 2015

Ligações perigosas: Auditores do PR colaboram com ‘caixinha’ da primeira-dama

Em reuniões mensais sindicato da categoria cobra resultados estipulados em favor de ONG

Responsáveis pela arrecadação de impostos estaduais, auditores fiscais do Paraná têm metas anuais para doar a uma ONG vinculada à mulher do governador Beto Richa (PSDB), Fernanda Richa. A campanha de arrecadação é promovida desde 2011 pelo sindicato da categoria, o Sindafep. O dinheiro é destinado à entrega de cobertores para famílias carentes do Paraná, em parceria com o Provopar (Programa do Voluntariado Paranaense).

Nos últimos três anos, os auditores arrecadaram R$ 3,7 milhões, segundo o Sindafep

Os valores estão na mira do Ministério Público. Uma denúncia anônima sustenta que Fernanda exigiu doações ao Provopar e à campanha do marido em troca da promoção de auditores, em 2014. Auditores doaram quase R$ 1 milhão ao tucano e seus aliados em 2014.

O Provopar foi fundado como braço de assistência social do Estado em 1980. Três anos depois, desvinculou-se do governo, mas seu estatuto prevê que toda primeira-dama tenha assento no conselho. A doação de cobertores é a mais importante ação da ONG. Fernandaa impulsionou como primeira-dama de Curitiba, de 2005 a 2010. Em parceria com empresas, ela multiplicou as doações. Em 2010, ela foi condenada pela Justiça por pedir votos ao marido durante um evento de distribuição de cobertores […] Saiba mais

Leia também:

Sinais de uma Eleição Sindical IX – O retorno da caixinha… (requer senha)

Quadro do absurdo abuso de poder sindical (requer senha)

A Transparência, o Cotão dos deputados e o Sinafresp

maio 28, 2015

O retorno da barbárie no 3º milênio

edisonf2webpEdison Farah

AspasAAno da graça de 2015

Diletos funcionários servidores do povo brasileiro: encaminho para meditação o texto adiante do jornalista Clóvis Rossi, incluindo as seguintes indagações:

Pergunta: Qual será o limite?

Pergunta: Onde e como chegaremos, nesta terra  encantadora, com a canalha que se apossou das instituições e da mídia nos últimos 30 anos?

Pergunta: Estamos definitivamente impotentes?

Pergunta: Quem vai reagir?

Pergunta: Como reagir de forma eficaz, e não apenas com passeatas carnavalescas em Copacabana?

AspasF

… tanto México como Brasil se parecem mais um com o outro do que com a civilização… Nos dois países, firma-se a sensação de que matar não tem consequências, o que os afasta da civilização…” […] Leia o artigo completo de Clóvis Rossi: Brasil, México e barbárie

Tags: