Quanto vale um auditor fiscal?

chico.barroso11Francisco das Chagas Barroso

Ao longo dos séculos, detentores da carreira fiscal não se livraram do estereótipo formado em torno de si – a autoridade corrupta, que confiscava a renda e sufocava a vida dos mercadores e produtores de riquezas. Trata-se de uma carga histórica negativa que remonta aos tempos bíblicos, onde existia um coletor de impostos desonesto chamado Zaqueu, que, mesmo tendo subido na árvore para ver Cristo e se redimido perante o filho de Deus, continuou sendo odiado pelos ricos comerciantes judeus.

Inobstante a esse estigma histórico, é fato que a carreira fiscal, em todo o mundo, se profissionalizou e se qualificou. No Brasil, notadamente, após a Constituição de 1.988, que exigiu rigorosa seleção através de concurso público.

Mesmo assim, falar de remuneração dos fiscais de tributos costuma ser um tabu, entretanto, nestes tempos de transparência e moralidade com a coisa pública, é preciso falar e esclarecer.

Quando se fala em dignidade, não existem categorias de servidores públicos melhores ou piores, pois todos merecem respeito e uma justa remuneração. Entretanto, do ponto de vista do mercado de trabalho, destacam-se as carreiras mais bem remuneradas como as de Juiz, Promotor, Defensor Público e, no âmbito do Executivo, Procurador do Estado e Auditor Fiscal […] Continue lendo

3 Comentários to “Quanto vale um auditor fiscal?”

  1. Caro Francisco: Auditor aposentado pelo Paraná, li o post publicado em coluna de nosso site Sindafep e achei muito bom o post, faltou entretanto, na minha opinião, um enfoque mais claro sobre a total e absoluta influência política nas nomeações, o que prejudica sobremaneira a referida meritocracia e estimula condutas pouco aconselháveis, provocando o “quadrilhamento” ocorrido presentemente em Londrina no Paraná. Parabéns! Daniel

    • Caro Daniel. Muito bem dissestes! Os critérios são políticos. Sem meritocracia, não há eficiência. Dessa forma, o país vai andando rumo à derrocada. O horizonte é cinzento. Considerando o meu pessimismo crônico, não acredito que irá mudar.tão cedo…

      • Caro amigo, o seu pessimismo se espelha nas verdades apresentadas em nossas realidades, todos jamais, seremos tratados com respeito, desde que, políticos sem formação e escolaridade, tenham em mente que eles não sobreviveriam sem nossa atividade fiscal, e, por conseguinte, temos que lutar pela educação, que foi e será nosso alicerce de futuras posturas de realizações concretas de atividades essenciais aos governos.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: