Archive for maio, 2015

maio 31, 2015

Protegido: Novas diretrizes em tempos de crise III

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

maio 31, 2015

[Charge] Obrigações Veladas Não Identificadas

ovni-sinafresp

Vídeos anônimos veiculados na internet… atrapalham as negociações…

+ Charges

Tags: ,
maio 31, 2015

[Hai-kai] Sindicato

.

Deus fez o mundo em sete dias,

apenas porque ainda não tinha sindicato.

Hoje levaria trinta.

(Millôr Fernandes)

.

Conselho delibera propostas de mobilização (sic) para os próximos meses: Voltar ao trabalho normal nos meses de junho e julho”

.

Tags:
maio 30, 2015

O mal-estar da civilização

jfrancisconewJoão Francisco Neto

“Os novos deuses da modernidade são a ciência, o progresso, a técnica e a razão”

A humanidade vive uma onda de ansiedade e angústia, que se reflete no vertiginoso número de pessoas acometidas pela depressão. Infelizmente, isso não é nenhuma novidade. Em 1929, Freud (1856-1939), com base em estudos e observações, já havia chegado à conclusão de que o indivíduo não poderia ser feliz na civilização moderna. Em seu livro “O mal-estar na civilização”, uma das obras centrais do pensamento ocidental, Freud demonstrava que, apesar de todo progresso material e científico, o homem não havia se tornado mais feliz; achava que, para a satisfação do prazer e o alcance da felicidade, o homem teria que realizar trabalhos penosos. Ocorre que, como regra, o ser humano não é naturalmente afeito ao trabalho. Daí que, por meio da repressão social, os indivíduos acabariam por sublimar suas pulsões sexuais, canalizando-as para o trabalho. Ademais, agindo assim, as pessoas poderiam gerar os bens materiais e intelectuais que mantêm a sociedade. Nesse sentido, Freud escreveu que:

A civilização está obedecendo às leis da necessidade econômica, visto que uma grande quantidade de energia psíquica que ela utiliza para seus próprios fins tem de ser retirada da sexualidade”  […] Continue lendo

Tags:
maio 30, 2015

Protegido: [Charge] da Série “Jogo de adivinhação”

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Tags: ,
maio 30, 2015

Advogados da União: Por uma nova estrutura!

Em protesto, Advogados Públicos Federais pressionam Governo por valorização

O protesto ocorreu na última quinta-feira (28) no Ministério da Fazenda, contra a desvalorização das carreiras da AGU, por melhores condições de trabalho e investimentos na Instituição, destacando a atuação da AGU no controle da atividade financeira, atuando diretamente na arrecadação e prevenindo riscos e desvios que afetam o equilíbrio das contas públicas. Segundo o Diretor-Geral da UNAFE, Roberto Mota:

Não vamos retroceder. Nossa carreira está em intensa mobilização. O Governo e a sociedade precisam entender a relevância da nossa atuação. Todas as políticas públicas desenvolvidas em âmbito federal passam pelas nossas mãos e, se cruzarmos os braços, o Brasil também vai parar

O grupo destacou, ainda, a economia/arrecadação promovida pelos membros da AGU, que ultrapassou o montante de R$ 600 bi apenas em 2014. Durante o protesto, os membros entoaram gritos pedindo aprovação urgente da PEC 443/09, proposta que estabelece o fim do tratamento diferenciado entre as carreiras jurídicas brasileiras.

No protesto, também houve alerta para o movimento da entrega de cargos, cobrando especial atenção do Governo para que as exonerações ocorram dentro do prazo estabelecido de 15 dias. Dentre os principais problemas estão:
1. falta de estrutura
2. defasagem absurda no valor das diárias
3. excesso de trabalho devido à falta de membros
4. alta evasão em seus quadros
5. fosso remuneratório em relação às outras funções essenciais à justiça
6. ausência de gestão adequada dos recursos
7. desvalorização dos membros da AGU 
[…] Saiba mais

Leia também:

Procuradores vão entregar cargos de confiança

Auditores da Receita tem “Dia Nacional sem computador”

AFRFBs paralisam Ponte da Amizade por Adicional Fronteira

maio 28, 2015

Comando sindical em números

quadro-compara-sinafresp

Leia também:

Teto e IPCA: Evolução em 10 anos

Subteto – Subservidor e Subcidadão

Teto salarial. Quadro nacional

maio 28, 2015

Ligações perigosas: Auditores do PR colaboram com ‘caixinha’ da primeira-dama

Em reuniões mensais sindicato da categoria cobra resultados estipulados em favor de ONG

Responsáveis pela arrecadação de impostos estaduais, auditores fiscais do Paraná têm metas anuais para doar a uma ONG vinculada à mulher do governador Beto Richa (PSDB), Fernanda Richa. A campanha de arrecadação é promovida desde 2011 pelo sindicato da categoria, o Sindafep. O dinheiro é destinado à entrega de cobertores para famílias carentes do Paraná, em parceria com o Provopar (Programa do Voluntariado Paranaense).

Nos últimos três anos, os auditores arrecadaram R$ 3,7 milhões, segundo o Sindafep

Os valores estão na mira do Ministério Público. Uma denúncia anônima sustenta que Fernanda exigiu doações ao Provopar e à campanha do marido em troca da promoção de auditores, em 2014. Auditores doaram quase R$ 1 milhão ao tucano e seus aliados em 2014.

O Provopar foi fundado como braço de assistência social do Estado em 1980. Três anos depois, desvinculou-se do governo, mas seu estatuto prevê que toda primeira-dama tenha assento no conselho. A doação de cobertores é a mais importante ação da ONG. Fernandaa impulsionou como primeira-dama de Curitiba, de 2005 a 2010. Em parceria com empresas, ela multiplicou as doações. Em 2010, ela foi condenada pela Justiça por pedir votos ao marido durante um evento de distribuição de cobertores […] Saiba mais

Leia também:

Sinais de uma Eleição Sindical IX – O retorno da caixinha… (requer senha)

Quadro do absurdo abuso de poder sindical (requer senha)

A Transparência, o Cotão dos deputados e o Sinafresp

maio 28, 2015

O retorno da barbárie no 3º milênio

edisonf2webpEdison Farah

AspasAAno da graça de 2015

Diletos funcionários servidores do povo brasileiro: encaminho para meditação o texto adiante do jornalista Clóvis Rossi, incluindo as seguintes indagações:

Pergunta: Qual será o limite?

Pergunta: Onde e como chegaremos, nesta terra  encantadora, com a canalha que se apossou das instituições e da mídia nos últimos 30 anos?

Pergunta: Estamos definitivamente impotentes?

Pergunta: Quem vai reagir?

Pergunta: Como reagir de forma eficaz, e não apenas com passeatas carnavalescas em Copacabana?

AspasF

… tanto México como Brasil se parecem mais um com o outro do que com a civilização… Nos dois países, firma-se a sensação de que matar não tem consequências, o que os afasta da civilização…” […] Leia o artigo completo de Clóvis Rossi: Brasil, México e barbárie

Tags:
maio 26, 2015

O futuro do nosso cargo

gabriel-correa-pereiraGabriel Corrêa Pereira

“Para mudar algo, é muito mais útil criar novos modelos
que deixem os antigos obsoletos”

No contexto da crescente mobilização dos Auditores e considerando as discussões geradas a partir do projeto “O futuro do nosso cargo”, Gabriel Corrêa, auditor fiscal da Receita Federal, da Demac/BH, apresenta algumas ideias para refletirmos sobre nosso momento atual e o futuro da RFB.

Convidamos a todos a lerem o texto em que é explorada a hipótese de que grande parte da nossa insatisfação atual e da nossa desvalorização está relacionada a um modelo de gestão ruim e ultrapassado, que promove uma cultura organizacional centralizadora, hierarquizada e baseada na desconfiança, o que tem resultado num racha entre os gestores e aqueles que não ocupam função.

A iniciativa convida os colegas para construírem coletivamente estratégias para transformar essa cultura numa outra mais colaborativa, participativa e inovadora, que valorize o Auditor e promova a satisfação no trabalho […] Leia o artigo completo

Tags:
maio 24, 2015

Escravos modernos

jfrancisconewJoão Francisco Neto

“Chefes que, do alto dos cargos em que se encastelam, passam a agir mais como feitores do que propriamente como gestores”

Sempre que ouvimos falar em escravidão, a ideia que logo nos vem à mente é a compra e venda de pessoas, para depois serem enviadas a outro continente, onde então serão exploradas por seus novos “donos”. Legalmente, essa forma de escravidão está extinta desde o século 19, o que não quer dizer que não existam mais pessoas reduzidas a essa condição. Atualmente, a chamada “escravidão moderna” configura-se pelo trabalho forçado, em que as pessoas são obrigadas a exercer uma atividade contra a sua vontade, sob ameaça, ou mediante violência física ou psicológica, além de outras formas de intimidação.

As situações são as mais variadas possíveis: são pessoas exploradas por empregadores inescrupulosos, que se aproveitam da situação de extrema pobreza; são imigrantes clandestinos que se veem forçados a aceitar “empregos” que são verdadeiras arapucas; são mulheres e meninas, vítimas de exploração sexual, ou que são obrigadas a um casamento para ser exploradas no serviço doméstico; são trabalhadores que se veem na contingência de prestar serviços para pagar dívidas que nunca serão saldadas; são crianças “recrutadas” por grupos políticos rebeldes ou paramilitares, para trabalhar como vigilantes (“olheiros”), mensageiros, etc.; são outras crianças, raptadas para alimentar o comércio da prostituição e da pornografia infantil – segundo o Unicef, existiriam cerca de 2 milhões de crianças submetidas a essas situações degradantes […] Continue lendo

maio 24, 2015

[Charge] O que você deseja?

que-deseja

Sinafresp anuncia na Folha de S. Paulo

+ Charges

Tags: ,
maio 24, 2015

Presidente do STF defende melhorias para servidores da Casa

stf-reajuste

Leia também:

Aprovado aumento para servidores do Judiciário

Servidores do Judiciário entram em greve

Servidores protestam com torneira que jorra dinheiro

Auditores da Receita tem “Dia Nacional sem computador”

Alesp: Sindicato e associações conseguem acordo

maio 22, 2015

[Hai-kai*] Maioria

.

Alguns de nós não querem discutir problemas, querem só reclamar

São uma minoria, é claro

A esmagadora maioria é omissa

(Walter de Tarso de Campos)

.

* imitando (sem pudor) o professor Millôr

Tags:
maio 20, 2015

[Charge] da Série “Paradinhas & rapidinhas”

paradinha

“Operação padrão avança com paradinhas pelo Estado”

+ Charges

Tags: ,
maio 19, 2015

Procuradores vão entregar cargos de confiança

PFNs decidem pela formalização da Entrega de Cargos no próximo dia 21

Insatisfeitos com as condições de trabalho, 280 procuradores da Fazenda Nacional decidiram nesta segunda-feira (18) entregar os cargos de confiança que possuem. O movimento, que vem ganhando corpo há alguns meses, deve também ganhar a adesão de outras três carreiras que compõem o quadro da Advocacia-Geral da União: procuradores federais, advogados da União e procuradores do Banco Central. Os postos de comando não deverão ser reocupados, segundo as entidades que representam as carreiras, porque outros servidores vão se recusar a substituir os que estão de saída. A intenção é deixar o órgão sem comando, a fim de atender suas reivindicações.

Segundo o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), ficou decidido que a entrega será formalizada na próxima quinta-feira. Depois disso, há um prazo de 15 dias para que as exonerações sejam publicadas no Diário Oficial da União. A entidade aponta “assimetria remuneratória” com outras carreiras, como a Defensoria Pública e o Ministério Público. E garante que os postos não serão substituídos, pois 1.890 procuradores ― 90% de toda a carreira ― se comprometeram a não assumir mais cargos em comissão enquanto a pauta não for atendida […] Saiba mais

Campanha de Mobilização da Carreira de Procurador da Fazenda Nacional: Recusa de viajar com diárias pífias, Compromisso de não assumir cargos de chefia, Entrega de cargos de chefia:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=jMVR486UZdU]

Leia também:

Auditores da Receita tem “Dia Nacional sem computador”

Alesp: Sindicato e associações conseguem acordo

[Charge] Sindicato Comprome(n)ti(n)do