Os idiotas

edisonf2webpEdison Farah

05/03/2015

Por tudo o que temos vivido neste 3º milênio, neste planeta ensandecido, e , em especial, nesta terra de Santa Cruz, arruinada e sem rumo, vale a pena reler, ou para muitos jovens, ler pela primeira vez, e descobrir, pois talvez nem saibam que foi Nelson Rodrigues, um dos especiais gênios desta nossa pátria.
O texto que transcrevo abaixo é brilhante, de total prenunciação.
Já antevia, 50 anos atrás, o horror que ora se realiza superando todas as profecias do caos.
Às instituições brasileiras, ao serviço público, e aos poderes desta republiqueta , este texto aplica-se inteiro.
Leiam!
(clique aqui para ler)

Assista ao vídeo:

[youtube http://youtu.be/pELtOSUgh7A?list=PLD86D2F1E5AA24B22]

farah.edison@gmail.com

PERFIL e ARTIGOS de EDISON FARAH

 

Tags:

4 Comentários to “Os idiotas”

  1. Como é gostoso ler o Nelson Rodrigues…! Faz rir e pensar seriamente. Principalmente nas crônicas. Nos textos teatrais ele é mais trágico, chocante, ácido… Mas nas crônicas é imbatível. Ri também que babei na barba… epa, isso é coisa de idiota… rsrs. Obrigado, Farah por trazer essas pérolas…

  2. Parabéns por reproduzir este artigo. Inteligente e atual.

  3. Nelson Rodrigues é fantástico! deixou ótimo legado na litertura que enriquece a cultura brasileira. Dá gosto de ler e refletir sobre as crônicas de Nelson Rodrigues. Parabéns Edison por nos trazer à memória essa relíquia literária, que só os idiotas não entendem…!

  4. Corrigindo… “deixou ótimo legado na literatura”…

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: