Universidades: Depois de longa greve, abono é aprovado

5,2% em duas parcelas mais abono de 28,6% retroativo

Após 114 dias de greve, a Universidade de São Paulo (USP) e o Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp) chegaram a um acordo, na tarde desta quarta-feira (17), em audiência de conciliação realizada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT). As atividades devem voltar ao normal na próxima segunda-feira. A decisão de colocar fim à paralisação ainda depende, no entanto, da aprovação dos professores e funcionários em assembleia, marcadas para esta quinta e sexta-feira, respectivamente.

Pela proposta acordada entre os sindicatos e os reitores, o aumento salarial – , além do  abono salarial de 28,6% – será concedido em duas parcelas: de 2,57% na folha de setembro, a ser paga em outubro; e a outra, do mesmo percentual, na folha de dezembro, a ser paga em janeiro de 2015, totalizando os 5,2%. O décimo terceiro salário será pago com reajuste integral, de acordo com o texto […] Saiba mais

Linha do tempo da greve na USP
(Greve foi a maior da história da USP. Clique para ampliar):

Leia também:

Reitores querem ampliar teto salarial para R$ 26 mil

Calabi abre agenda para receber sindicato

[Charge] da Série “Reajuste salarial”

One Comment to “Universidades: Depois de longa greve, abono é aprovado”

  1. Calabi diz que USP, Unesp e Unicamp terão mais repasses

    05/09/2014

    Contrariando a previsão pessimista das universidades públicas paulistas, o secretário estadual da Fazenda, Andrea Calabi, disse à Folha que não cairá o valor repassado às instituições em 2014.

    A afirmação também destoa da fala do governador Geraldo Alckmin, candidato à reeleição pelo PSDB.

    O governador afirmou que a arrecadação estadual não crescerá enquanto a economia nacional mantiver o fraco desempenho atual.

    Calabi disse que as universidades receberão R$ 287,4 milhões a mais do que previam, resultado, segundo ele, da previsão de crescimento da arrecadação do ICMS.

    O imposto é a principal fonte de receita das universidades; se a arrecadação cai, caem os repasses.

    “As últimas informações são favoráveis”, disse ele, e o Estado arrecadará R$ 92 bilhões no ano, ante previsão anterior de R$ 90 bilhões.

    O Cruesp, conselho de reitores da USP, Unicamp e Unesp, passou a trabalhar com uma previsão de arrecadação de R$ 89 bilhões, baseada nos repasses já feitos –até agosto, foram 4% inferiores ao esperado.

    A se confirmar a projeção da Fazenda, as três universidades terão recebido ao final do ano R$ 8,804 bilhões. Isso equivale a 9,75% da receita resultante de ICMS.

    Segundo dados divulgados pelo site da pasta, cerca de R$ 60 bilhões foram arrecadados em ICMS de janeiro a junho deste ano. Desse valor, aproximadamente R$ 4,04 bilhões foram repassados a USP, Unesp e Unicamp.

    Na terça-feira (2), Alckmin dissera que “a crise é transitória porque estamos com o PIB negativo. Isso vai passar, e a hora que a economia crescer, o ICMS cresce”. Calaabi disse que as “arrecadações estão indo bem”.

    “Não tem queda [nos repasses]. Na verdade, isso é [reflexo de] como foi construído o orçamento das universidades”, avaliou Calabi.

    “O engano fundamental nessa discussão do Cruesp é que não é para jogar para fora [a causa do problema e dizer] que estamos fazendo o máximo possível, que dependemos da profundidade da crise da economia. É preciso olhar pra frente e fazer uma transformação importante.”

    Questionado se avaliava como positivas as medidas propostas pelo reitor da USP, Marco Antonio Zago, de contenção da crise, como demissões voluntárias, Calabi disse: “me inclui fora dessa!”.

    O secretário observou que os repasses de ICMS à USP têm a mesma ordem de grandeza dos destinados à cidade de São Paulo, “com seus 12 milhões de habitantes”. “É um valor muito expressivo.”

    Da porcentagem repassadas às universidades, a USP fica com 5% –R$ 4,5 bilhões neste ano, segundo a projeção da Fazenda. Até junho, a USP recebeu R$ 2,12 bilhões. À Unesp, foram repassados R$ 989 milhões no período. À Unicamp, R$ 927 milhões.

    http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2014/09/1511282-secretario-de-alckmin-diz-que-usp-unesp-e-unicamp-terao-mais-repasses.shtml

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: