Archive for dezembro 13th, 2013

dezembro 13, 2013

Sem ABS governo quer frear inflação

teo.seminariog3Teo Franco

Mantega: “Possivelmente vamos adiar a entrada em vigor”

Há menos de dez dias úteis para entrada em vigor da obrigatoriedade de airbag e ABS nos automóveis novos, o governo sinaliza para prorrogação em dois anos das Resoluções 311 e 312/2009 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, nesta quarta-feira (11), que o governo está preocupado com o risco da inflação crescer em razão do aumento dos preços dos carros devido à entrada em vigor, em 2014, da obrigatoriedade dos novos itens de segurança automotivos. O aumento estaria entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil em virtude desses equipamentos, portanto, o ministério da Fazenda estuda o adiamento do início da medida.

A indústria, por sua vez, mostra preocupação com a coincidência da entrada em vigor dos novos itens e a retomada do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) no ano que vem. Ambas trazem impacto no preço do carro e poderiam acentuar a tendência de desaceleração nas vendas esperada para 2014.

O que temos visto, há anos, é que as montadoras sempre são lembradas quando o quesito é benefício, sob a justificativa principal de ameaça de desemprego. Os empresários do ramo automotivo sempre se queixam da carga tributária e do Custo Brasil, mas nuca se lembram do Lucro Brasil que esconde o alto índice de lucratividade de seus negócios em terras tupiniquins, onde, por vezes, o consumidor paga o dobro por modelos descartados no exigente mercado automotivo do primeiro mundo.

Já não nos causa tanta surpresa, mais uma vez, o improviso da equipe econômica do governo federal, visto que as mudanças, que obrigam o uso dos dois itens de segurança – há muito incorporados nos automóveis em países desenvolvidos – foram impostas prlsd resoluções do Contran… desde 2009.

Em resumo, sem ABS o governo tentará frear a inflação e “airbag” só será usado, por enquanto, para proteger empresários no lugar do consumidor.

Leia também:

Montadoras: Custo Brasil versus “O lucro Brasil”

O Fisco violado III – Programas polêmicos

O Fisco violado II – Bolsa amigos