Andante un poco mosso

teo.seminariog3TeoFranco

Perto de completar os primeiros 100 dias de governo, a direção do Sinafresp realizou a segunda reunião do Conselho de Representantes no último sábado (6), para discutir diversos assuntos de interesse da categoria:

– Revisão da proposta orçamentária de 2013
– Seminário da Lei Orgânica da Administração Tributária (LOAT)
– Constituição da Comissão Eleitoral para preencher cargos vagos de representante sindical
Festa de comemoração de 25 anos do Sindicato
Comissão Especial para fazer o levantamento e avaliação das propostas de alterações estatuárias e atualizações dos Regimentos Internos
– Outra Comissão foi formada para avaliar e adequar a LOAT do Sinafresp, elaborada por uma outra comissão no ano passado, em consonância àquela elaborada pela FENAFISCO a nível federal
– Na ocasião os colegas fizeram exposições dos acontecimentos (sic) em suas Delegacias

A presidente da diretoria pediu a colaboração de todos os colegas, Representantes do Conselho ou não, para fazerem a divulgação do Mutirão da Catarata”

Dúvidas: Temos um Programa de Trabalho definido ou, no mínimo, um Plano de Ação Estratégico? Se temos, é secreto? Não será divulgado aos “acionistas” do sindicato? Ou, ainda, será aberto diálogo com as bases para traçar objetivos? Para esquentar os motores, ao menos, vamos iniciar um debate interno sobre as condições e horizontes da própria carreira?

Sugestão: Seguir o exemplo dado pela presidenta Dilma que se aconselha com especialistas, buscando agregar valores (Leia aqui)

Enquanto aguardamos um Allegro Vivace de Mozart, ficamos com…

Andante un poco mosso de Schubert:

[youtube http://youtu.be/SeFYH37bqz8?t=2m22s]

Leia também:

AGE da AFRESP

Intolerância, decisões secretas e a classe fiscal

Sindicato & Representatividade

Liderar é preciso (requer senha: aqui)

Tags:

2 Comentários to “Andante un poco mosso”

  1. Muito feliz a escolha do fundo musical – o confronto entre o esperado contra o ora vivido (literalmente mosso) – se os rumos não mudarem a médio prazo, não gostaria de ter que curtir o Mozart do Requiem , coincidentemente em ré menor .

  2. É interessante saber como as coisas andam (ou não) nos bastidores da luta de classe. O assunto que mais interessa à classe, no momento, creio que é a construção de uma BANDEIRA ÚNICA, que agregue a classe. A Lei Orgânica (LOAT) é, sem dúvida, um objetivo, mas não podemos concentrar a ação do SINAFRESP exclusivamente nessa linha, que me parece mais de longo prazo.
    A classe precisa urgentemente se debruçar sobre DUAS questões imediatas:
    a) Data-base anual com fixação de índice de reajuste inflacionário, que não constam da nossa LC, aliás, constava das emendas em trâmite (a já rejeitada Emenda 18) um arremedo distorcido disso, que seria aplicável apenas a uma pequena parte da classe — aos que estão abaixo do teto, mensalmente!!! — e os demais continuariam exatamente como hoje, a depender do humor do governador, solução que certamente não era apropriada, pois dividiria a classe.
    b) Nível Básico, se não a inegociável (assim me parece) extinção, pelo menos o seu fracionamento, nos termos que já sugerimos em artigos aqui publicados, ou em OUTROS TERMOS a serem negociados com a Administração, demonstrando que o tema interessa não apenas a quem está no NB, mas principalmente à SEFAZ-SP e à CARREIRA, mormente agora que estamos prestes a receber uma safra nova de colegas. É importante que não percamos as melhores cabeças dessa safra para outras carreiras…! Fisco eficiente se faz com gente competente, e gente competente costuma ocupar boas colocações em concursos. Perder esse pessoal para outras carreiras estaduais ou federal (em concurso atualmente), por causa de um NB desajustado ao mercado (às carreiras similares) é prejudicial à SEFAZ-SP, acima de tudo, é burrice pura. Ocorre que não houve uma Emenda sequer dessas que estão em trâmite objetivando adequar o nível inicial da carreira ao mercado. Houve proposta para extinguir o segundo nível (ainda carente de aprovação), mas não para adequar o primeiro. E é este que causa a perda de boas cabeças. Este argumento precisa ser levado a sério pelo SINAFRESP e pela SEFAZ-SP.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: