Intolerância, decisões secretas e a classe fiscal

teo.seminariog3TeoFranco

Nesta semana dois episódios de relevo nos noticiários internacionais. O Papa surpreendeu o mundo com sua renúncia, algo surpreendente numa organização tradicional como é o Vaticano. A blogueira cubana Yoani Sanchez, após longa campanha para conseguir se ausentar de seu país, chegou ao Brasil para conferências e foi hostilizada por adeptos do regime cubano.

Apesar das negativas, o Vaticano atravessa um momento de crise, mas nada é divulgado, como se fosse uma organização secreta, as questões e soluções são tratadas dentre quatro paredes, sem ao menos uma satisfação aos milhões de seguidores.

A blogueira, após anos a fio tentando tratar da questão cubana pelo meio que dispunha – seu Blog Generación Y – onde expõe e questiona o regime castrista, em terras brasilis, chegou a ser impedida de falar em auditório por radicais que vociferavam palavras de ordem (“ela é financiada pela CIA!“) com o único objetivo de impedir a liberdade de expressão ao público presente que desejava conhecer a opinião da ativista cubana.

O curioso é que em pequenos grupos também vemos comportamento semelhante, como um extrato do grande, refletem o comportamento do mundo em que vivemos, por vezes intolerante e autoritário – refletindo o que tanto criticam em governos e organizações – colegas que, em grupos de debates, não suportam ouvir o que o outro tem a dizer, quanto mais respeitar opiniões diferentes. Tudo isso sem falar de entidade classista que pretende um “regime fechado”, que além da prática de reuniões secretas, ora determina o fim das gravações das reuniões do seu Conselho Sindical.

Aliás, da primeira reunião do “novo” Conselho de Representantes, pouco se sabe além de que foi “muito produtiva“, e do fato de que os participantes receberam (pasmem) a “recomendação” de evitar divulgar mesmo que pessoalmente, ao pé do ouvido, aquilo que é tratado entre quatro paredes. Tudo isso, passa a impressão de que estamos num movimento de retrocesso nas posturas sindicais.

Estamos entrando no terceiro mês de mandato da “nova” gestão e até o momento não temos uma Agenda de Trabalho muito menos um Plano de Ação Estratégico – com propostas e metas definidas – a não ser que estes, também, sejam sigilosos. Convocar uma AGE então, nem pensar!

No mundo contemporâneo, por vezes, nos deparamos com esses episódios esdrúxulos onde os requisitos básicos da democracia são colocados de lado e os padrões do direito constitucional esquecidos num retrocesso preocupante. Afinal, a intolerância e os segredos nas questões públicas, não combinam com transparência e nada tem a ver com cidadania.

* Sindicato é uma agremiação fundada para a defesa comum dos interesses de seus aderentes. Os tipos mais comuns de sindicatos são os representantes de categorias profissionais, conhecidos como sindicatos laborais ou de trabalhadores, e de classes econômicas, conhecidos como sindicatos patronais ou empresariais. O termo “sindicato” deriva do latim syndicus, proveniente por sua vez do grego sundikós, que designava um advogado [Wikipédia]

Leia também:

BLOG do AFR comemora 2º aniversário sob ameaça

Cuba libera acesso ao blog censurado Generación Y

A censura travestida

A censura & suas facetas

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: