Sátira “desestabiliza” presidente do Egito

Humorista é investigado por satirizar presidente

A Justiça do Egito abriu uma investigação contra o humorista Bassem Youssef, que satirizou o presidente do país, Mohamed Morsi, em um programa de TV. A acusação é a de que Youssef tentou “desestabilizar a autoridade do presidente” com as piadas.

A investigação,  ordenada pelo Ministério Público depois de uma queixa formal de um advogado islamista, causa especial preocupação numa altura em que o Egito tem uma nova Constituição, que os críticos dizem não proteger suficientemente a liberdade de expressão.

A emissão de um episódio de Dezembro tinha sido atrasada. Era um episódio em que Youssef escolheu satirizar a concentração de poder que Morsi protagonizou: ouviram-se as palavras “faraó”, “ditador”, e um comentador do programa explicava o alcance das medidas do Presidente:

Se Morsi quiser casar com a tua mulher, não podes fazer nada […] Leia mais

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: