Archive for dezembro 28th, 2012

dezembro 28, 2012

A Secretaria Secreta

carlospeixotomCarlos H. Peixoto

Café com lactopurga, balas de chupar que soltam gosma de cor violeta na boca do incauto, grampo telefônico, microcâmera no botão da camisa, relógio-gravador, aperto de mão elétrico, clips de papel pra abrir qualquer fechadura, batata chips, caneta capaz de filmar quatro horas seguidas, esponja molha-dedo embebida em veneno. Mensagens interceptadas, enigmas, ordens de serviço impublicáveis, resoluções confidenciais, pareceres secretos, vigilância eletrônica. O mundo da espionagem é cheio de trapaças, intrigas e artimanhas.

Chovia na noite em que cheguei ao hotel mais fuleiro da cidade pra economizar a diária. Eu era um agente secreto em missão especial, pilotando veículo tão luminoso quanto uma boate móvel. Brasão com as armas do estado pendurado ao pescoço, bastou apresentar minha identidade funcional para que o sujeito da portaria me atendesse com todas as honras.

__ Senhor Agente Secreto, seja bem vindo a nossa cidade. O sr pretende ficar quantos dias? Dois dias?  Só? Desejamos que o sr faça um bom trabalho. Ninguém aguenta tanta sonegação. A propósito, o sr precisa de nota fiscal? Com nota fiscal nossos serviços sofrem um acréscimo de vinte por cento.  Pretende pagar em dinheiro, cheque ou cartão? Nossas diárias vencem antecipadamente. Por favor, aguarde enquanto consultamos seus dados na página da Secretaria e no SERASA. E então, o sr vai querer nota fiscal? […] Leia a crônica completa

Tags: