Archive for dezembro 18th, 2012

dezembro 18, 2012

Decreto altera Promoção por merecimento

DECRETO Nº 58.733, de 17/12/2012

Artigo 1º – Os dispositivos adiante relacionados do Decreto nº 58.057, de 18/05/2012, passam a vigorar com a seguinte redação:
I – o artigo 10:
“Artigo 10 – Serão promovidos, nos termos do artigo 2º deste decreto, os Agentes Fiscais de Rendas que apresentarem maior pontuação em 31 de julho de cada ano de referência, considerada a pontuação obtida no período correspondente ao interstício mínimo exigido, cumprido imediatamente antes da data de vigência da respectiva promoção.”; (NR)
II – o artigo 1º das Disposições Transitórias:
“Artigo 1º – Excepcionalmente, aplicar-se-ão os critérios previstos nos incisos I e II do artigo 4º e nos artigos 8º, 9º, 10, 11 e 12 do Decreto nº 30.671, de 7 de novembro de 1989, alterado pelo Decreto nº 43.062, de 28 de abril de 1998, aos processos de promoção por merecimento dos ocupantes do cargo de Agente Fiscal de Rendas relativos aos anos de 2010, 2011 e 2012, respeitado o disposto nos artigos 23 e 24 da Lei Complementar nº 1.059, de 18 de setembro de 2008.”. (NR)
Artigo 2º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos:
I – a partir de 1º de agosto de 2013, o inciso I do artigo 1º;
II – desde 19 de maio de 2012, o inciso II do artigo 1º.

DOE 18/12/2012 pág. 5

Leia também:

Promoções – O que muda com a nova Resolução?

Nova Resolução de Promoção por Merecimento

dezembro 18, 2012

Fábula do Índio XVIII – Estratégias sindicais

HUMOR DA TRIBO

Os guerreiros da tribo estão apáticos, mesmo após saberem que poderiam ganhar 10 moedinhas de presente de Natal, não esboçaram qualquer reação. Os mesmos guerreiros que, no final do ano passado, recusaram os espelhinhos que acabaria com a FuBá, pois queriam mais… pediram 6 moedinhas e nem isso receberam.

Mas agora, como o galo tinha cantado e eles não sabiam aonde… preferiram ignorar a notícia e a comemoração…  ou então é tudo corinthiano e gastaram toda a energia festejando o título…

Índio é muito esquisito… mas, ainda bem que as questões vão sendo resolvidas, apesar das “estratégias” dos caciques sindicais…

Leia também:

Fábula do Índio III – Moedinhas

Fábula do Índio V – Nem apito, nem espelhinho

Mais Fábulas do Índio

Tags: