Supersalários na Unicamp

Tribunal de Contas apontou salários de mais de R$ 500 mil ao ano

Relatório do TCE aponta que funcionários e toda a cúpula da Unicamp (Universidade Estadual da Campinas) receberam salários muito acima do teto do serviço público estadual em 2011. O reitor da Unicamp, Fernando Ferreira Costa, por exemplo, recebeu naquele ano R$ 399.864,39. Isso é R$ 175.164,39 a mais do que ele deveria receber de acordo com o teto anual.

Esse valor máximo de remuneração é fixado em lei e calculado com base no quanto ganha o governador do Estado, que tem salário mensal de R$ 18.725,00. Pelas contas do TCE, Ferreira costa teve em 2011 salário de R$ 33.322,03.

Ao todo, são 618 pessoas com vencimentos maiores do que o permitido por lei. A diferença entre o pagamento efetuado em 2011 a todos esses funcionários e o valor máximo que eles deveriam ganhar no ano ultrapassa R$ 18 milhões. O pró-reitor Paulo Eduardo Moreira Rodrigues da Silva também fechou o ano com R$ 204.899,03 a mais do que teria direito de receber dos cofres públicos.

O TCE detectou também que dirigentes da instituição recebem acumuladamente como dirigentes e como professores, o que contraria o artigo 115 da Constituição Estadual […] Leia mais

4 Comentários to “Supersalários na Unicamp”

  1. E na USP não acontece o mesmo ?
    Agora que a Presidente DILMA alega que vetou a lei dos royalties para “SEGURANÇA DE CONTRATOS JÁ FIRMADOS” e que, a todo momento, em televisão aberta, os ministros do STF falam abertamente em cláusula pétrea e segurança do “direito adquirido, ato jurídico perfeito e coisa julgada” é o momento de falar abertamente dos absurdos cometidos à força de fraudes e corrupção escancarada !!! Sindicato e AFRESP devem apresentar as armas e buscar o ministro do Supremo que retem as inúmeras ações sobre o assunto.

  2. As Universidades, ao que me consta, não consideram adicionais e sexta parte dentro do teto. Aliás com justa razão, mesmo porque, tratam-se de “direito adquirido” amparado pelas garantias individuais.

  3. Penso que as remunerações dos servidores públicos estaduais está uma verdadeira bagunça antidemocrática, porque uns sofrem redutor salarial, outros recebem acima do teto constitucional. É por isso que não acredito nos homens eleitos para fazer política e ainda querem falar que vivemos numa democracia. Que democracia é essa que fere direitos constitucionais previstos em cláusula pétrea? O artigo 5º – inciso…da CF estabelece que os salários são irredutíveis. Agora, na busca de solução do problema, junto à Câmara dos Deputados, é louvável o trabalho da FENAFISCO e dos diversos sindicatos representativos da classe de fiscais de rendas em todo brasil, entre eles o SINAFRESP, na busca da votação das PECs 05 / 2011 e 89 / 2007, mas eu não acredito em papai noel.

  4. Enquanto isso, a Câmara aprovou o reajuste do teto do funcionalismo federal em 5%. Agora vai para o Senado. A proposta já estabelece aumentos para os próximos 3 anos. E por aqui a gente continua sonhando com um PLOzinho e trabalhando cada vez mais e mais nesse calor infernal e sem ar-condicionado para atender todas as demandas que nos são impostas…

    http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/valor/2012/12/05/camara-aprova-aumento-de-5-do-teto-do-funcionalismo-publico-para-2013.htm

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: