Corrupção: Sociedade Anônima

Carlos H. Peixoto

Finados. Tempo de refletir sobre a morte, destino irrevogável dos viventes. A Morte e os Impostos são as únicas certezas desta vida. Começa-se a morrer desde o nascimento, e pagam-se impostos mesmo depois da morte (alguém tem que honrar as taxas da sepultura, senão o defunto pode ser despejado).

E por falar em tributos, cá entre nós, pra quem vive do munus de fiscalizá-los, não há local mais apropriado para meditar acerca do Dever-Poder de Lançar do que uma visita à carceragem do Ponto Zero, em Benfica, no Rio de Janeiro. É para lá que foram levados Teixeirinha e sua turma, num total de oito auditores, todos muito competentes e cheio de boas intenções, das quais o inferno está lotado.

(…) Empresas importantíssimas, que recolhem milhões por mês, administradas por um time de feras, multinacionais, gente graúda, com bons contatos políticos em Brasília, com acesso direto a gabinetes de ministros, senadores, deputados. Você acha que basta ser aprovado em concurso público para que o Auditor possa fiscalizar qualquer empresa? Claro que não! Ora, a Administração não pode ser pega de surpresa com autos de infração impagáveis! A ação fiscal tem que ser direcionada. (…) A solução foi centralizar ao máximo a informação, pra uniformizar as linhas de trabalho, evitando ações personalíssimas, longe dessa bobagem de lançamento vinculado. O auto de imposição de multas só poderia ser emitido depois de esgotadas as tratativas, de acordo com as diretrizes do Governo, e no momento oportuno […] Leia o artigo completo

Tags:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: