Archive for setembro 30th, 2012

setembro 30, 2012

Picando Fumo III – Vira casaca

PENSAMENTO DO JECA

Semanas atrás, almoçando com colega, perguntei o que ele achava do futuro do Sinafresp e as virtuais candidaturas. Para ele, uma alternativa se fazia necessária diante do cenário precário de nossa entidade sindical, que daria todo o apoio e participaria com seu nome na composição da chapa. Poucos dias depois, ansioso, perguntou se já havia sido marcado encontro com colegas alinhados. Disse a ele que ainda não havia recebido a informação do coordenador da 3ª via, mas que muito em breve hora e local seria agendados.

Eis que, dois dias passaram, e o tal colega vem até a minha mesa, esbaforido, dizendo que um candidato a candidato o procurou, e bradou sobre ele inúmeras argumentações, e, por ser muito seu amigo, ficara ‘constrangido’ e teria que ir na chapa do bredador. Que não podia fazer nada… que, ainda… nem se importava se perdesse. Pasmo, nem tentei explicar que amizade não tem nada a ver com postura política, muito menos com forçar o rompimento de compromisso já assumido.

Caipira só quiria sê um tantim inteligenti, pra modi intendê essas coisa…

(continua…)

TeoFranco

Leia também:

Picando Fumo II – Líderes de festim

Picando fumo – Eleições Sinafresp

setembro 30, 2012

Prestígio do cargo de Auditor-Fiscal da Receita Federal esta em xeque

Alto grau de complexidade das funções e desvalorização salarial comparados a outras carreiras típicas de Estado

O alto índice de abstenções em Minas Gerais (50%) e Rio Grande do Sul (42%) do último concurso público, realizado nos dias 22 e 23 de setembro, para Auditor-Fiscal da RFB acendeu uma luz amarela quanto ao prestígio do cargo dentro das carreiras públicas. Tal fato denota que o cargo de Auditor está perdendo o prestígio conquistado ao longo dos anos por parte dos que antigamente disputavam o posto de uma das carreiras mais distintas do Executivo.

A falta de interesse nos concursos para a Receita Federal tem suas causas e consequências. Sem contar as condições em que o recém-empossado, tendo realizado um dos concursos mais difíceis do país, assume suas funções laborais. Grande parte deles segue para áreas inóspitas, de difícil acesso, consideradas de risco e sem garantia de segurança […] Leia mais