Bandeira branca – Bandeira única

 Antônio Sérgio Valente

Muito se tem falado ultimamente, a portas fechadas, a respeito da sucessão no SINAFRESP. Vários nomes têm sido cogitados, e tenho cá minhas dúvidas se no passado houve tantas esquivas como agora. A impressão que temos é a de que a classe anda meio desiludida com o sindicato e com a própria luta, por várias razões.

As principais são exógenas. Algumas remontam já há quase uma década, quando da implantação, em 2003, do teto limitado ao manipulável subsídio do governador, no qual foram incluídas as vantagens pessoais conquistadas ao longo da carreira (promoções, quinquênios, sexta-parte), que gerou obscenos redutores salariais, profundo achatamento, e rasgou direitos adquiridos como no passado só revoluções com muita pólvora e sangue ousavam fazer.

Depois, em 2008, abriu-se novamente a caixa de Pandora e dali saíram outros males: início aviltante da carreira, limites à velocidade de ascensão funcional, retirada da correção inflacionária automática, criação de trava que impede até mesmo o aumento em face da variação real das receitas, dentre outras. Sequer a incerta e temperamental Participação nos Resultados serviu para atenuar a mágoa das perdas, pois com ela não se pode contar para assumir o financiamento de um imóvel, embora bem ou mal ajude na troca do carro e na hora de pagar impostos […] Leia o artigo completo e vote na enquete

Tags:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: