Concurso AFR. Vagas podem chegar a 1,3 mil

Enquanto a SEFAZ se prepara para abertura de 885 vagas de AFR, levantamento junto ao Portal do Governo aponta a existência de 308 aposentados, ainda, na lista de ativos. Confirmada essa informação se faz necessária a competente atualização, antes da publicação do edital, do número total de vagas para 1.193, ainda mais, devido a expectativa crescente de aposentadorias no decorrer dos próximos meses e ano(s). Basta ver a relação das mais recentes publicações.

Outro cálculo paralelo aponta para um total de 3.411 ativos (já descontados 308), desta forma, existiriam (hoje) 1.339 vagas para preenchimento do quadro de 4.750 AFR’s.

Tudo isso visando manter o bom nível do já eficiente serviço que é prestado pela SEFAZ em prol da sociedade, sem sobrecarregar o quadro de pessoal remanescente.

Fonte: IPGA

Leia também:

Governador autoriza concurso para AFR

Tags:

5 Comentários to “Concurso AFR. Vagas podem chegar a 1,3 mil”

  1. Não é atoa que o ex-premiê da Inglaterra vem dar assessoria ao governo paulista!!! Vem ensinar – a que custo não se sabe – o governador a governar!!!! Brasil país das maravilhas!!!

  2. Só uma pergunta.
    E quantos inativos temos?
    Por quê? (essa é fácil responder: logo logo teremos mais inativos do que ativos. Se esse Governo não consegue pagar a PR como pagava antigamente, haverá dificuldades pela frente com esse quadro crescente de aposentados)

  3. Um “aposentado” nasce ao mesmo tempo em que um “ativo” deixa de sê-lo. E’ gestado e seu tempo de gestação é variável segundo tenha tido (ou não) tempo anterior de contribuição para o INSS antes de entrar para o serviço público. Poderia ser um número tipo 5, 13, 15, 20, 25, 30 (quase que um número cabalístico) a partir de seu ingresso na carreira e num caso extremo, para quem nunca tivesse contribuido antes, só os 35 anos de serviço.público. Para não complicar as coisas, vamos abstrair a respectiva velhice cronológica ou “idade”.
    O número de ativos, de uma certa época até 1975 foi de 2800 ativos. O número de aposentados era uma função dessa base de 2800, que pipocaria sei lá – muitos anos depois. Se até hoje o quadro tivesse sido mantido em 2800, o número de novas aposentadorias anuais seria aproximadamente constante tendo como base esses mesmos 2800 e ninguem estaria reclamando de “seu aumento”..
    Em 1984 o quadro aumentou quase 36%, com o que os tais 2800 passaram a ser 3800. É logico que a partir de então, quando desaparecesse um desses ativos para dar surgimento a mais um aposentado, a respectiva quantidade de aposentados em relação aos ativos teria crescido nessa mesma proporção, de modo lógico e insofismável.
    Em 1989 o mesmo quadro de ativos aumenta novamente para pouco mais de 178% em relação a 1975, passando nesse 1989 para 5000 ativos.
    No pós 89 o quadro de ativos foi diminuido (mas a quantidade de aposentados dai para a frente não).
    E’ aritméticamnte explicável que o estoque de aposentados esteja aumentando, isto porque o indigitado aposentado só entra no cômputo – dezenas de anos após ter começado como ativo. Se considerarmos um “estoque de aposentados” onde entram ativos do pré 74′, 84′ .e ’89 para compararmos com um “estoque” de ativos de tempos depois, em que o quadro foi reduzido, estamos sofismando e dando razão ao dito atribuido a Mark Twain segundo o qual existem “mentiras”, “pequenas mentiras” e “estatísticas”
    Se houver dificuldade no pagamento isso fazia parte do jogo, enquanto o jogo era jogado.
    Uma solução “fácil” seria condenar-se os execrados à morte por inanição, para o bem dos “ativos”…..

    • Tarciso, concordo com você. Penso em fazer esse levantamento mais apurado. Neste que publicamos esta em números absolutos e demonstram um prisma do cenário de Ativos e Aposentados.A intenção foi a de abrir o debate sobre esse cenário que tende a “piorar”. Daí os governantes da “ética” e da “transparência”, podem jogar na mídia, sem piedade, mais um débito nas costas dos servidores públicos. abs, TeoFranco

  4. Só vejo reclamações, como ser humano é ingrato, só vê o lado ruim das coisas, pessoas amargas, se não estão felizes por algum motivo procurem a felicidade e não coloquem a responsabilidade no outro de sua própria incompetência.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: