Promoções – O que muda com a nova Resolução?

Alex Sandro Kuhn*

A Resolução SF 53/2012 manteve todas as premissas da minuta discutida no ano passado, a saber:

1) As funções internas devem ser valorizadas, em especial as de chefia (por meio de uma tabela de comprometimento diferenciada);

2) Os externos (que fazem a média mínima de 2.700 pts) e internos, na tabela de produtividade para fins de promoção, têm que estar confinados em um mesmo intervalo (entre 3.255 e 3.600 pts);

3) O peso do fator antiguidade deve ser mitigado (inicialmente, com a redução do período considerado na avaliação para 7 anos e agora, por suposta encomenda do sefaz, com a criação de um fator de depreciação para os anos além do interstício do nível);

Críticas a parte quanto a validade destas premissas, a redação da resolução publicada é muito superior a da minuta do ano passado, incorporaram a maioria das críticas feitas àquela época.

Destaco os principais aperfeiçoamentos identificados:

1) A tabela de comprometimento, agora, atribui pontos a todas as funções para acabar com aquele mal estar de ter funções “não comprometidas”. Por óbvio a pontuação das funções que se pretendia beneficiar foram reajustadas para manter o diferencial desejado. Novas funções tb foram contempladas com uma pontuação diferenciada.

2) As regras da pontuação da produtividade da externa ficaram muito mais claras – eliminaram as ambiguidades – e resolveram o problema da volatilidade mensal da pontuação ao trabalharem com a média anual dos pontos;

3) Retiraram a pontuação diferenciada para funções classistas (Afresp e Sinafresp), agora estes recebem nas mesmas regras dos demais, embora não tenham acesso a todas as oportunidades de um colega não afastado como lideranças de projetos/processos e cursos da Fazesp;

4) Explicitaram que as regras anteriores valem para as promoções atrasadas;

5) Deixaram mais claro como a pontuação de exercícios anteriores será normalizada para ser considerada nos 7 anos avaliados sem gerar distorções;

Em suma, nos escutaram e, embora não aceitem rever suas premissas, consideraram muitas (praticamente todas) as nossas críticas. Eis um exemplo de como a interação com a classe pode levar a um texto muito mais bem acabado. Parabenizo a comissão pela qualidade do texto.

Quanto ao fator de depreciação, este aumenta as possibilidades de um colega com menos tempo na carreira conseguir (por maior “merecimento”) ser promovido antes de outro com mais tempo de casa. A antiguidade ainda tem peso extremamente significativo, mas mais uma vez perde espaço.

Me chamou a atenção que os fatores de depreciação para os níveis V e VI são mais tênues, garantindo maior peso do fator antiguidade para estes níveis, ainda estou tentando entender esta diferenciação.

Por fim, seguem os erros de publicação, a meu ver:

1) No anexo, na fórmula matemática do grupo 2 (primeiro quartil), o número 39.060 do denominador deveria ser 32.400 para conseguir o resultado pretendido;

2) No item 3.3.8 tb do anexo, a referência correta, s.m.j., é para o código 3.3.7 da tabela, e não o 3.3.6.

*AFR-SP

Leia também:

Nova Resolução de Promoção por Merecimento

2 Comentários to “Promoções – O que muda com a nova Resolução?”

  1. O que ficou claro pra mim com essa Resolução, e isto já estava rascunhado na minuta anterior, é que se você quer ser promovido na carreira de AFR em São Paulo NÃO assuma função de assessoramento. Menor pontuação em produtividade, menor pontuação em comprometimento. Função interna (assistente)? Sua carreira estancou, meu amigo! Já pedi pra sair.

  2. Não há critério que possa ser justo que “promova” dentro de um cargo único em que as funções são transitórias inclusive em muitos casos com retorno a funções supostamente de menor importância para a administração.
    Segundo o Houaiss, tirando o que obviamente não se aplica ao caso:
    2 ascensão a cargo, posto ou categoria superior
    4 pub venda, no comércio, de alguns artigos com preços rebaixados
    É apenas mais um meio de dividir a classe de criar uma competição desnecessária.
    Além disso, pelo que sei, tirando um pouco o caso da PR, até agora e por mais algum tempo, isso só serve para deixar mais salário sem receber por estar acima do teto.
    Por mim isso este tipo de promoção acabaria e trataríamos de assuntos mais importantes.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: