O salário público do servidor e a renda oculta do capitalista

MINUTOS DE CIDADANIA

A publicação nominal dos salários dos servidores públicos e as consultorias privadas (gratuitas) dentro dos órgãos do governo reacendem o debate sobre o desvio de foco do verdadeiro vilão do Estado.

Assista ao vídeo:

MAIS VÍDEOS DA SÉRIE

Leia também:

O que é isso companheira Dilma?

Governo expõe servidores com divulgação nominal de salários

O salário público dos servidores

Alckmin divulga os salários [e nomes] do executivo

Divulgação de salários abre nova guerra no Judiciário

PT e o Choque de gestão

O Estado a mercê dos consultores privados

Gerdau com Dilma na gestão

2 Comentários to “O salário público do servidor e a renda oculta do capitalista”

  1. Parabéns Teo, continue com essa fantástica empreitada que, de fato, está unindo o Fisco Estadual de todo o Brasil! Mostrando uma cara diferente, que a elite inclusive não gosta que apareça muito, aquela como você bem coloca dos colegas do serviço público como promotores da cidadania. Debatendo este país e participando de grandes decisões para nosso futuro e de nossos filhos e netos. São com ações como a sua, mostrando que temos muito a contribuir não apenas com nós mesmos, enquanto classe, mas com a sociedade, com nossa ação cidadã no dia-a-dia, é que mudará essa infeliz visão sobre o Fisco e os seus membros, principalmente os fiscais, hoje ainda perseguidos por um preconceito injusto não apenas pelo cidadão comum, mas inclusive de outras instituições do próprio Poder Público.
    Grande abraço, muito sucesso e conte conosco.

  2. Solidarizo-me com o colega Sandro Couto (AF-PR) e faço minhas as suas palavras. Penso que essa onda de transparência pública com divulgação de salários dos servidores públicos é a mais descabida propositura de um governo que se diz democrata. Que democracia é essa que fere os princípios dos direitos individuais cristalinos contidos em cláusulas pétreas de uma Constituição que foi dita como “constituição cidadã”?. Sinceramente, creio que o Brasil é mesmo o país do ” FAZ DE CONTA”. Faz de conta que político corrupto vai preso. Faz de conta que o Governo vai acabar com a pobreza. Faz de conta que a saúde pública vai bem. Faz de conta que a educação pública vai bem. Faz de conta que o poder aquisitivo do povo está ótimo. Faz de conta que a carga tributária (IRPF) vai reduzir. Faz de conta que o redutor salarial dos fiscais de rendas (principalmente no estado de São Paulo) vai acabar. E o mensalão? faz de conta que não existiu, pois o dinheiro surrupiado do povo já sumiu. E assim por diante… faz de conta. Queremos aplaudir, mas é por essas e por outras que meu voto é nulo. Sebastião Amaro Viana Filho – AFR – Aposentado – Marília – SP.

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: