Poço sem fundo

Quanto mais se reza, mais assombração aparece

A (falta de) criatividade não tem limites. Depois da esfera de negociações ter sido transferida ao nível da Secretaria Adjunta – algo nunca visto na história desta carreira – o Sinafresp se manteve firme na paralisação da mobilização, ou na imobilização das paralisações. Agora, a notícia do “auspicioso” evento com a realização de seminário, de 2 horas, para o qual foram convidados um representante da FIESP e outro da Sefaz. Personalidades ilustres e de renome, porém, com discurso que já conhecemos, e que não acrescentará os principais ingredientes que a categoria necessita, o tempero vital que poderia dar caldo às antigas reivindicações, Subteto, Fim do Nível Básico, Lei Orgânica, etc. Difícil imaginar que esta Chapa chamada de Superação-2010, tida como progressista, fosse sucumbir a este papel. Criticava-se que a gestão anterior fazia as vezes da Fazesp na organização dos seminários. Mesmo assim, mostrou-se mais capaz, fez um a cada quadrimestre. Esta, em dois anos fez um (obrigatório) com Fenafisco e outro na carona do Sindifisco Nacional. Agora, no terceiro ano de mandato, realiza um que pelo seu caráter só falta a publicação na Imprensa Oficial.

Enquanto tem sindicato do fisco, em todo o Brasil, que conversa diretamente com o governador, aqui conseguimos ser rebaixados para a 2ª divisão do Campeonato Político. Falamos (só) com o Adjunto, e para demostrar a boa-vontade da diretoria, esta decidiu fazer um seminário chapa-branca e ignorar as decisões de AGE com o sepultamento prematuro das mobilizações.

Para que serve um sindicato assim? Pode fechar o caixão e seguir o enterro!

TeoFranco

4 Comentários to “Poço sem fundo”

  1. SINDICATO, serve para atender interesses de seus participantes.
    A Classe?
    Ora a Classe!! Foi assim e será sempre assim.
    Mané é quem acredita nas promessas eleitorais.

  2. Na Terra dos cegos quem tem um olho é rei!!! O que mais me aborrece e ter colegas que defendem a PR em troca da PC.
    Uma pessoa com essa visão, com esse pensamento, não tem condição e nem raciocínio para exercer essa nobre função.

  3. Desculpem, mas antes de um SIC, uma denúncia espontânea: onde se lê: “creio que está omissão é MUITO GRAVE” leia-se “creio que esta omissão é MUITO GRAVE”. E onde se lê “ponto pacíficio” leia-se “ponto pacífico”. Se não for o Parkinson chegando, devo estar com algum problema de dislexia.

  4. Prezados,
    É um mistério!
    Após a braveza e rejeição da proposta, na mesa, ref. fim da Função Básica e o rebaixamento da esfera de negociações (Adjunto) a diretoria mudou de posição, tirou a faca dos dentes e agora carrega um ramalhete de flores com a realização de um seminário (?) de duas horas (!), com ônibus na porta, amplamente divulgado, com convidado da FIESP e Alta Adm. Sefaz. A tática deve ser a de, primeiro convidar a FIESP para falar do valor da fiscalização (como declarou o presidente do sinafresp), para depois a FIESP convidar o sindicato para falar (lá na Av. Paulista) sobre sonegação… É mole?

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: