O misterioso subteto potiguar…

O mistério…
… sobre um projeto de lei que fixa teto de remuneração para os servidores estaduais – retirado para votação na Assembléia -, para corrigir distorções de salários, sabido que um chega a R$ 62 mil. Pois bem, no final de janeiro, o Ministério Público encaminhou ofício à Secretaria Tributação, requerendo o envio dos contracheques dos auditores…
… Maaasss… ofício para endereço errado – é a Administração que emite contracheque -, e até hoje o MP não recebeu resposta. Nem cobrou. O subteto que se pretende tem como base não o salário de governador, R$ 11,6 mil, mas sim o de desembargador, que chega a R$ 23 mil. Critério usual em outros estados. Mas, forças ocultas ainda impedem encaminhar à AL.
Em tempo…
… E dia 5 de março, haverá assembleia de auditores fiscais do Estado. Pretendem solicitar ao governo reajuste salarial de 18,50%. Se houver, alguns salários passarão a R$ 61 mil. E o de R$ 62 mil vai à casa dos R$ 73 mil […] Leia mais

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: