Archive for fevereiro 22nd, 2012

fevereiro 22, 2012

Protegido: O Passa-Moleque – Parte IV

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

fevereiro 22, 2012

Sindicato cobra concurso para Fazenda

Presidente do Sindifisco-MG diz que o déficit no quadro esta próximo a 20%

Com a realização do concurso para auditor fiscal e auditor técnico da Secretaria de Finanças da Prefeitura de Belo Horizonte, cresce a expectativa pela abertura de seleção para a Secretaria de Estado e Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG), cujo quadro atual, reforçado em 2005, é de 1.700 servidores. A realização de concurso é uma das reivindicações da categoria, conforme salientou Lindolfo Fernandes de Castro, presidente do Sindifisco-MG:

Cobramos sempre a realização de concurso, por meio de ofícios, e em todas as oportunidades de contato com o secretário de Fazenda, Leonardo Mauricio Colombini Lima, com o secretário-adjunto, Pedro Meneguetti, e com assessores. Procuramos mostrar a necessidade de preencher vagas, já que há carência de pessoal em várias unidades de fiscalização do estado.

De acordo com o sindicalista, o concurso deve ocorrer com urgência, devido à grande necessidade:

Nossa intenção é que o concurso ocorra o mais rápido possível, porque há uma defasagem real no quadro, no entanto, o governo tem alegado dificuldade de recursos e os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O último concurso foi realizado em 2005 e o número de auditores fiscais não é suficiente. O quadro de pessoal da Secretaria de Fazenda prevê 2.100 auditores. Atualmente, temos em torno de 1.700 na ativa e, portanto, cerca de 400 vagas a serem preenchidas e, se considerarmos que há servidores próximos de se aposentarem, podemos dizer que, em breve, esse número será ainda maior. […] Leia mais

Tags:
fevereiro 22, 2012

IPVA da pândega e do sofisma

No dia 6 de janeiro a Folha de São Paulo publicou artigo assinado pela vice-presidente do Sinafresp com críticas à política tributária e à legislação do IPVA praticada em São Paulo:

A mesma lei que reduziu o IPVA dos frotistas também “perdoou” suas dívidas. O governo de São Paulo abriu mão de valores devidos ao erário sem um prévio estudo do impacto na arrecadação.

Neste 21 de fevereiro a mesma Coluna Tendências/Debates trouxe novo artigo, assinado pelo coordenador da Adm. Tributária da SeFaz-SP, rebatendo o primeiro:

A crítica do artigo é equivocada e demagógica. Ele está distante da realidade, que exige responsabilidade, eficiência e firmeza para prover recursos para o atendimento das necessidades da população do Estado.

LEIA os ARTIGOS na ÍNTEGRA

Tags: