Archive for novembro 27th, 2011

novembro 27, 2011

Nota Fiscal Paulista — 4ª parte

Antônio Sérgio Valente

O fim da barganha entre o Estado e o cidadão, a inútil tentativa de compra da cidadania, é a mudança fundamental que ora propomos. Superam-se, através dela, os problemas deontológicos apontados no primeiro artigo e se passa de fato a formar a consciência livre de quem faz, tanto a do cidadão que compra como a do que sonega. Lembra um paradoxo, à primeira leitura, mas a inexistência de vantagem pessoal pecuniária é a vantagem fundamental da mudança ora proposta. O cidadão não mais receberá créditos por devoluções ou prêmios, mas sim vantagens de outra natureza, em outras moedas, como já veremos. Antes, contudo, vamos a uma sinopse da ideia. Cria-se, nos documentos fiscais (nota e cupom) e nos arquivos magnéticos entregues à SEFAZ-SP, um campo com 14 algarismos para indicação do CNPJ de uma entidade beneficente credenciada (GRAAC, AACD, LBA, Meninos de São Judas, etc). A caixa do supermercado não mais perguntará: “Nota Fiscal Paulista?” Passará a dizer: “Tributo à Solidariedade?” O consumidor exibe um cartão (ou chaveiro, adesivo, etc.) com o CNPJ da sua entidade preferida e a moça digita […] Leia o último artigo da série

novembro 27, 2011

Homenagem ao saudoso colega DEME

por Luiz Carlos Pepice

“Ontem, dia 25-11-11, fui convidado para partcipar de uma homenagem em memória do meu filho, o Deme. A família UNI-EQUIPE, liberada pela sua diretora, a sra. Sirlene Lima resolver colocar uma placa de metal na sala maior do curso que passará a ser a “Sala Demétrio Pepice”. Houve a interrupção de uma aula que estava sendo ministrada para mais de 150 alunos para que o Prof Alexandre Meireles relembrasse a importância que o Deme teve em 2005 e 2006 na comunidade dos alunos também chamada “concurseiros”. Explicou, também, que está recebendo através da internet mensagens das pessoas que de alguma forma receberam material de estudo ou “dicas” que acabaram por ser importantes nas suas vidas. Ele, Meireles, pretende reunir todo esse material para entregar aos pais do Deme. Lembrou que ele e o Deme estiveram juntos em muitas palestras pelo Brasil, todas eles com o objetivo de divulgar as técnicas de estudo que ambos empregaram para atingirem o sucesso que conseguirem ser aprovados nos concursos para fiscais de tributos em boas colocações. 

 

Depois recebi uma placa de metal em homenagem ao meu filho. Muito orgulhoso porém emocionado falei para todos os presentes que existem situações na nossa vida que são muito importantes. como aquela que estava acontecendo porém que não podem ser adquiridas pelo donheiro. Depois comentarei mais fatos ocorridos nessa noite que foi muito especial para mim.”

 


Tags: