Archive for novembro 24th, 2011

novembro 24, 2011

Final da apuração AFRESP

A apuração dos votos das Eleições Afresp 2011 foi finalizada hoje, 24 de novembro, às 15h30.

DIRETORIA – A chapa “Responsabilidade pelo Futuro” (Teruo) conquistou a maioria dos votos: 1.878 e está eleita. A chapa “Afresp para todos” (Renato) obteve 1.290 votos.

– CONSELHO DELIBERATIVO –

Capital, os seis candidatos mais votados que se elegeram foram:

Eliana Maria Pessoa (com 655 votos)

Honorato Sanchez Duran (649)

João Álfaro Soto (648)

José Varkulja (621)

Lauro Kuester Marin (581)

Paulo Henrique Cruz (417)

Interior, nas seis cidades onde haviam dois concorrentes, os resultados foram os seguintes:

Araraquara: Alexandre Lania  com 85 votos e Davi Freitas com 35.

Guarulhos: Evelyn Quiles Moura com 34 votos e Ruy Sarzedas Cunha com 73 votos.

Jundiaí: Guilherme Correia Martinho com 30 votos e Luis Augusto Sanches com 80 votos.

São José dos Campos: Antonio Guerra com 34 votos e Fábio José Regueira Alves com 30 votos.

Sorocaba: Luiz Otávio de Andrade Corsetti com 56 votos e Roberto Luiz Marthe com 51 votos.

Taubaté: Fabiano Buchetti de Sousa com 36 votos e Miguel Siqueira com 49 votos.

Clique nos links abaixo para conferir mais resultados:

– Diretoria Executiva e Conselheiros (Capital)

– Conselheiros (Interior) 

novembro 24, 2011

Calabi faz balanço do quadrimestre na Alesp

Deputados questionam os número modestos para a conta investimentos

O secretário da Fazenda Andréa Calabi apresentou à Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento o relatório de gestão fiscal relativo ao 2º quadrimestre de 2011. Em resultados, R$ 73,4 bilhões de despesas, para R$ 93 bilhões de receitas para o quadrimestre considerado. A conta de investimentos, entretanto, apresentou números modestos, da ordem de R$ 7,5 bilhões, o que provocou críticas dos membros da comissão mas que Calabi rebateu atribuindo o baixo investimento ao primeiro ano da administração, o que, segundo ele, é normal. Também o superávit orçamentário previsto para 2011, da ordem de R$ 19,8 bilhões, recebeu críticas por estar subestimado.

Na sessão de Principais Medidas de Gestão o secretário abordou a valorização dos servidores públicos, a autorização para abertura de concursos públicos na área da Educação, Segurança e Saúde, e nas mudanças na previdência baseadas no PL 840/2011 (complementação por parte dos servidores que ganham acima do teto do RGPS e contribuição paritária de até 7,5% da retribuição) […] Leia mais