Archive for agosto, 2011

agosto 31, 2011

Rio: professores contra o projeto da previdência

Rio: professores fazem paralisação protesto em frente à Câmara de Vereadores do Rio

Os professores municipais do Rio de Janeiro realizaram uma paralisação nesta terça-feira para protestar contra o projeto de lei 1.005, que tem como objetivo capitalizar o Fundo de Previdência dos Servidores (FunPrevi). A proposta do Executivo estava na pauta de votações da Câmara Municipal, mas foi adiada para quarta-feira. Com isso, os profissionais da educação devem manter a paralisação amanhã. Para o Movimento Unificado dos Servidores, o projeto é ruim, pois tenta eximir a responsabilidade da prefeitura sobre as aposentadorias e pensões, que ficam sem garantias concretas. Segundo os professores, o projeto também traz em seu texto uma reforma da previdência dos servidores, retirando direitos históricos.

Portal Terra

Tags:
agosto 31, 2011

Operação Perfídia desarticula quadrilha

Empresária, auditor e contador são detidos em operação contra lavagem de dinheiro na Grande Vitória

Operação Perfídia, do Ministério Público, cumpre sete mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária contra corrupção e lavagem de dinheiro por grupo formado por contadores e auditores fiscais que solicitavam dinheiro para diminuir as autuações em empresas submetidas à fiscalização da Fazenda Estadual.

Os criminosos ora recebiam vantagens financeiras ilícitas e efetuavam a prometida diminuição das autuações, ora faziam tal promessa, “arbitrando” um elevado e irreal valor de autuação, solicitando dinheiro para que as mesmas fossem diminuídas. Neste caso, a propina era paga, mas os auditores autuavam as empresas da forma aparentemente correta, a fim de evitar questionamentos sobre suas condutas. As investigações apontam ainda para a prática de lavagem de dinheiro, onde um auditor fiscal, cuja prisão temporária foi decretada, levava os cheques recebidos por si ou por outros auditores para uma empresária, também presa, que ocultava a origem do dinheiro ilícito, e, posteriormente, os repassava aos auditores em espécie ou mediante depósito bancário em conta de terceiros ligados a eles.

Várias empresas submetidas à fiscalização pelos auditores fiscais investigados serão novamente fiscalizadas, a fim de detectar os atos de corrupção praticados.

Vídeo – Folha Vitória

 

agosto 31, 2011

Tarso Genro enfrenta mais greves e protestos por reajustes salariais

Estradas fechadas com barricadas, piquete em órgãos públicos e protestos no palácio de governo

Historicamente ligado a sindicalistas, o governador Tarso Genro (PT) já enfrenta sua primeira greve no comando do Rio Grande do Sul e vê um aumento da radicalização de diversas categorias que pedem reajustes. Sindicatos reclamam de promessas de campanha não cumpridas. Os servidores da Procergs (estatal de processamento de dados) estão em greve há uma semana. Policiais da Brigada Militar têm feito bloqueios em rodovias com pneus queimados. Na educação, a principal reivindicação é o pagamento do piso nacional aos professores. O sindicato também ameaça greve.

Servidores do Judiciário e do Ministério Público pararam as atividades até a quarta-feira (31). O sindicalista que lidera a paralisação na Procergs, Ormar Rosa, diz que a eleição do PT gerou uma expectativa de mudança na “estrutura corroída” do funcionalismo. “Uma série de setores de dentro do Estado está com salários defasados”, diz.

Jornal Floripa

Tags:
agosto 31, 2011

Dilma apressa fundo de servidores

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O fundo único de previdência complementar para o servidor federal precisa ser criado até o fim do ano. Esta é a orientação dada pela presidente Dilma Rousseff a três ministros

No centro da ofensiva do governo pela rápida aprovação do Projeto de Lei 1992/07, que cria o fundo, estão os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Ricardo Berzoini (PT-SP). A escolha dos dois, pela Secretaria de Relações Institucionais, comandada por Ideli Salvatti, foi estratégica.

Além disso, Berzoini é oriundo da base sindical da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que representa a maior parte das categorias de servidores da União e que faz forte oposição ao projeto.

Pelo acordo fechado entre o governo e os dois deputados, a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) seria aprovada na Comissão de Trabalho da Câmara, onde está desde setembro de 2007. Em seguida, o governo aceitaria negociar os principais pontos criticados pelos parlamentares contrários à Funpresp – principalmente do PT, PCdoB e PDT, que pertencem à base aliada e são ligados a três centrais sindicais: CUT, CTB e Força Sindical, respectivamente.

Para Berzoini, que ontem reuniu-se com Teixeira no gabinete da liderança do PT na Câmara, “o projeto original é muito ruim”. “O projeto não tem paridade de gestão, o que não faz sentido”, comentou. “Combina gestão própria dos servidores com algum nível de gestão terceirizada, o que é muito perigoso”, disse […] Leia mais

Valor Econômico

 

agosto 31, 2011

Servidores federais: Aumento só em julho/2012

Até o momento, o governo não cedeu aos pedidos dos sindicatos e assinou o que havia proposto anteriormente

Servidores do Executivo Federal terão reajuste salarial a partir de julho de 2012. Serão contemplados 420 mil servidores de 12 carreiras. Os índices variam de 2,3% a 31%. Os primeiros acordos assinados entre o Ministério do Planejamento e a Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) contemplaram os servidores do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e do Ministério da Ciência e Tecnologia […] Leia mais

O Dia Online

 

agosto 30, 2011

Sindicatos são contrários à previdência complementar de servidor

Sindicatos ligados ao servidor público e deputados, inclusive da base governista, são contrários à proposta do Poder Executivo que institui a previdência complementar para os servidores públicos (PL 1992/07).

O projeto tornará os cargos efetivos e dos membros de Poder pouco atraentes para os bons profissionais do mercado, fragilizando carreiras essenciais para o funcionamento e defesa do Estado, como as de delegado, policial, auditor, procurador, magistrado, ministro da cúpula do Poder Judiciário e do TCU”, diz a petição.

Segundo o texto, o plano oferecido pela Fundação da Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp) se equipara aos planos vendidos por qualquer banco privado, “cujas características têm caráter muito mais financeiro do que previdenciário, sem garantia de recebimento do benefício ao longo da trajetória de vida do segurado.”

Prejuízos – Para o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), a proposta do Executivo cria para o servidor uma espécie de previdência privada, que pode a qualquer momento deixar de atender os direitos do segurado. “Um fundo de natureza privada fica sujeito à instabilidade do mercado e das crises econômicas”, destaca. O deputado Policarpo (PT-DF) também é contrário à proposta e acredita que ela deveria ser mais discutida com os servidores e as entidades que têm interesse direto na matéria, antes da votação. “O único que quer votar neste momento é o Ministério da Previdência”, disse.

Deficit da previdência – A medida vai representar gasto maior para o governo, devido à perda de arrecadação resultante da exclusão, da base de contribuições para o regime próprio de Previdência, da parcela de remuneração dos servidores. O atual deficit é conjuntural, resultante da redução do número de admissões no serviço público com a terceirização no Poder Executivo “Já no Judiciário, os servidores em atividade pagam com tranquilidade os aposentados”, disse.

Leia a Nota Técnica do Sindilegis

TV Sindilegis também aborda o tema:

agosto 30, 2011

ADI 4616 e o direito a evoluir na carreira

Quedei-me de escrever por um bom tempo, até porque, já não tenho o Profisco.net para fazê-lo (site esse tirado do ar por forças ocultas). Contudo, como um vício, não posso ausentar-me da lide […] Na esfera Federal, os Analistas Tributários às voltas com a ADI 4616 […] Com o passar do tempo, as atribuições do Agente de Tributos, foi ganhando contorno de maior complexidade, ditadas pela macha evolutiva do tempo, onde a cada momento, vão surgindo novos inventos, novas tecnologias, deixando de lado, as velhas  as engenhocas,  as máquinas  datilográficas,  agora são os modernos computadores, com seus teclados multifuncionais , os arquivos  magnéticos , os próprios procedimentos fiscalizatórios que vão evoluindo cada vez mais, elevando  o grau de complexidade das atividades  dos agentes de tributos  e dos auditores fiscais. E, querer que o Agente de Tributos estacione  no tempo, é compactuar com o atraso, impedir a evolução das carreiras, passar uma par de cal sobre o principio da eficiência, tão entusiasticamente defendido pelos melhores administrativistas do país […] Leia o artigo enviado pelo colega baiano Jucklin Celestino da Silva Filho

agosto 30, 2011

Cid Gomes: professor deve trabalhar por amor, não por dinheiro

Governador do Ceará critica professores da rede estadual, em greve há 24 dias, e mandou um recado nesta segunda-feira (29)

Quem quer dar aula faz isso por gosto, e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado”.

O Sindicato dos Professores do Ceará (Apeoc) diz que o governo do Ceará não cumpre a Lei Federal do Piso e o plano de cargos e carreiras dos professores. A categoria quer a aplicação do piso para os profissionais de nível médio, graduados e pós-graduados […] Leia mais

Portal IG

Leia também:

Nota Oficial da Apeoc

Tags:
agosto 30, 2011

‘Pedágio’ na aduana para liberar mercadorias

Os números recordes do comércio exterior do Brasil são festejados pelo governo e citados com pompas em meio à crise que atormenta o mundo desenvolvido. Mas, por trás desse resultado, há um velho problema: a corrupção praticada por fiscais da Receita Federal nas diversas alfândegas do país […] Leia mais

Correio Braziliense

Tags:
agosto 30, 2011

Gerdau com Dilma na gestão

Em 2011, Jorge Gerdau* foi reconhecido pelo governo federal como um dos maiores, senão o maior, defensor da eficiência e da qualidade. Nomeado presidente da Câmara de Gestão e Competitividade, Gerdau passou a ser uma espécie de consultor do Governo Dilma. Onde haja sinais de ineficiência e desperdício de dinheiro público, a Câmara presidida por Gerdau terá liberdade para “propor, decidir e acompanhar” as mudanças necessárias, segundo as palavras do próprio. A luta de Jorge Gerdau para tornar o Brasil competitivo, tanto na iniciativa privada quanto no setor público, começou no início da década de 90 do século passado […] Leia mais

*  fundador do Movimento Brasil Competitivo (MBC)

Leia também:

O Estado a mercê dos consultores privados

Dilma chama Gerdau para despachar no Planalto

PT e o Choque de gestão

 

 

agosto 30, 2011

Norte não é com “M”

Fisco condena compras de Belo Monte fora do Pará

O Sindifisco-PARÁ, que congrega os auditores e fiscais de receitas da Secretaria da Fazenda, assinou e distribuiu manifesto às autoridades condenando a decisão do Consórcio Construtor de Belo Monte (CCBM) de comprar máquinas e insumos para a construção da hidrelétrica fora do Pará. O manifesto, assinado em conjunto com a Associação dos Servidores do Fisco Estadual do Pará (Asfepa), solidariza-se com o Governo do Estado nas medidas políticas contrárias à fuga de tributos do mercado e economia paraenses.

Na semana passada, as duas entidades anunciaram essa posição durante audiência com o vice-governador Helenilson Pontes, que preside comissão estadual encarregada pelo governador Simão Jatene de acompanhar os impactos ambientais e socioeconômicos do megaempreendimento no Pará. De acordo com informações não oficiais, o consórcio já teria comprado R$ 1,3 bilhão em São Paulo, numa condenável evasão de tributos no Estado.

De acordo com os auditores e fiscais paraenses, o consórcio tem preterido o Pará e comprado fora daqui “máquinas pesadas a saco plástico, de caminhões a materiais de escritório”. O sindicato e a associação afirmam que as dez empresas consorciadas, entre elas Andrade Gutierrez, Odebrect, Queiróz Galvão, Camargo Corrêa e OAS, “poderiam faturar no Pará, pelo mesmo preço, junto ao mesmo fornecedor”. Para as entidades, o CCBM trata o Pará “com desprezo, deboche, desrespeito” […] Leia mais

agosto 29, 2011

Governo Federal bate recorde de expulsões de servidores

Somente até julho deste ano foram 328 demissões no serviço público federal. Nos últimos oito anos, um total de 2,8 mil servidores foram postos para fora após terem praticado irregularidades

Por trás de um esquema de desvios, as investigações geralmente encontram o dedo daqueles que, em tese, estão à margem do metiê político: os concursados. Em 2011, o Governo Federal bateu recorde de expulsões de servidores efetivos por envolvimento em irregularidade. Um levantamento da Controladoria Geral da União (CGU) mostra que, de janeiro a julho deste ano, foram 328 demissões – quantidade que é a maior desde 2003. Nos últimos oito anos, um total de 2,8 mil servidores tiveram a estabilidade na carreira interrompida e foram postos para fora. Outros 281 foram destituídos dos cargos em comissão e, ainda, 204 tiveram a aposentadoria cassada. De acordo com a CGU, a maioria das punições foi aplicada porque o servidor se valeu do cargo para obter vantagem pessoal. A segunda anormalidade mais identificada pela Controladoria foi o envolvimento dos trabalhadores em crimes de improbidade administrativa, seguido pelo recebimento de propina.

No Ceará tramita projeto de Lei da Ficha Limpa para a contratação de funcionários comissionados

A ideia é impedir que pessoas condenadas por algum órgão colegiado possam chegar a cargo público sem passar por concurso, em uma tentativa de coibir episódios de corrupção no Governo. O autor da PEC nº 02/10, deputado Heitor Férrer (PDT), diz que a exigência de ficha limpa protegeria o próprio governador de uma série de possíveis problemas. Proposta semelhante foi aprovada em Minas Gerais e no Distrito Federal. No Ceará, entretanto, a medida foi vista com desconfiança.

agosto 29, 2011

Reforma da Previdência – PL 1992/07 – Por que não é bom?

Aumenta o deficit público e transfere recursos do estado para os mercados financeiros e de capitais 

Com a aprovação do PL 1992/07 representará, por um lado, a perda de receitas; por outro, o aumento das despesas públicas, uma vez que: 1) o Estado perderá receitas na proporção de 11% sobre a parte dos salários dos servidores que exceder a R$ 3.689,66; 2) a despesa orçamentária aumentará, pois o Estado, na qualidade de patrocinador, terá que aportar recursos a esse fundo de pensão, no valor correspondente a 7,5% da parcela dos salários dos servidores que exceder ao teto do INSS e 3) o PL 1992/07, em seu artigo 26, autoriza que a União realize um aporte inicial de recursos no montante de até R$ 50 milhões a título de contribuições futuras.

Na Argentina, em 1994, foi implementada a substituição parcial do sistema público de repartição, onde os trabalhadores financiam os aposentados, pelo sistema privado de capitalização individual, em que cada trabalhador contribui para fundos de pensão privados para financiar a sua aposentadoria. A passagem do sistema de repartição para o de capitalização tem apresentado elevados custos de transição, inviabilizando o equilíbrio nas contas públicas. As receitas da previdência oficial diminuíram, pois parte da contribuição do trabalhador, antes aportada aos cofres públicos, passou a ser destinada aos fundos de pensão privados.

Se as regras do PL 1992/07 estivessem em vigência na época em que o Auditor Fiscal da Receita Federal Nestor Leal foi assassinado por pistoleiros, contratados por empresários de Boa Vista, Roraima, que fraudavam e sonegavam milhões de reais em impostos e contribuições sociais, o que sua família teria recebido do Estado, em decorrência dos relevantes serviços prestados à Nação? E a família do juiz Alexandre Martins de Castro Filho, executado por ordem do crime organizado no Espírito Santo? E a do Procurador Francisco José Lins do Rego executado pela “máfia dos combustíveis”? Exemplos não faltam de servidores que vêm resistindo ao processo de desmonte do Estado Brasileiro, procurando oferecer o melhor de sua capacidade para prestar um serviço público de qualidade, em todas as áreas, apesar de todos esses ataques que vêm sofrendo nos últimos anos por parte de governantes que gerenciam a administração pública de acordo com os interesses dos grandes grupos econômicos que os financiam, e não de acordo com o interesse público.

Quando um Auditor Fiscal da Receita Federal designado para fiscalizar uma empresa que integra a carteira de investimentos de seu fundo de pensão. Estará este servidor legalmente impedido de atuar. E quando todos os auditores participarem do fundo de pensão, quem fiscalizará essa empresa? Por outro lado, ainda que não existisse o impedimento legal, como ficará o princípio constitucional da impessoalidade? […] Leia mais

Sindifisco Nacional DS/RJ

agosto 28, 2011

Robin Hood às Avessas — Parte I

Em artigo anterior, intitulado Postura Crítica, publicado aqui neste mesmo espaço, sugerimos que as entidades do Fisco apontassem publicamente os equívocos do governo, posicionando-se com firmeza e independência em relação a temas tributários, econômico-sociais, orçamentários e de gestão pública, sempre tendo em vista o interesse da sociedade à qual servimos e o da própria classe. Enquanto as entidades refletem sobre o assunto, vai aqui a nossa contribuição. A partir deste artigo esmiuçaremos algumas distorções que o governo anterior implantou e que o atual, pelo menos até o momento, não manifestou interesse de reformular. Comecemos pela Substituição Tributária […] Leia o novo artigo na Coluna do Valente

agosto 28, 2011

O salário do servidor público e a ideologia oculta

Um país que remunera mal seus servidores esta condenando a população mais pobre, aquela que mais usa os serviços do Estado, a ser tratada como cidadã de segunda classe. Nenhum analista sério pode esperar que um professor se dedique a ensinar seus alunos com salários miseráveis. O debate sobre os salários dos servidores públicos tem grande utilidade para se conhecer a visão de mundo de cada um.

Tempos atrás, criou-se um estigma sobre os funcionários públicos. Por este motivo até a nomenclatura foi mudada para servidores públicos, numa tentativa de aliviar essa campanha negativa. A verdade é que existe uma ideologia oculta por trás, uma visão de mundo enganosa. Agora, como vivemos na era do marketing, ou de um tipo de mundo da fantasia, outra tática que os marqueteiros de plantão (estes sim com altíssimos contratos) inventaram, foi a tal meritocracia. Onde os eficientes gestores impõem metas ou objetivos a serem atingidos por sua ‘animada equipe’ de subalternos. Dizem que foram os neoliberais que trouxeram esse famigerado conceito. Algo que é utilizado na iniciativa privada como um chicote ou uma guilhotina de demissão, foi pescado pela maioria dos políticos que ganharam um novo fôlego com um discurso sedutor para explorar nos palanques de seus comícios.

Resolveram mostrar a eficiência da gestão do seu governo, implantando na atividade pública um sistema, que já é manco na iniciativa privada, para fazer um pagamento de bônus salarial. Matando dois coelhos com uma cajadada só, não se faz o reajuste dos salários na sua parte fixa, mas se oferece uma perspectiva de um bônus, no entanto não o incorpora no holerite do servidor para a, agora mais, longínqua aposentadoria. Ora, num atendimento de Pronto Socorro serão contadas quantas injeções são aplicadas por plantão? E no Corpo de Bombeiros quanto tempo levou para apagar um incêndio? E na polícia, quantos meliantes presos naquele mês?

No filme Tropa de Elite I, um comandante manda retirar o cadáver da jurisdição para não ‘estragar’ a estatística de homicídios do mês. O que ocorre é que os servidores sempre vão encontrar um meio de driblar as regras ou mecanismos estúpidos, uma vez que não são sequer ouvidos para opinar sobre o funcionamento do fluxograma do seu departamento. Os iluminados dos gabinetes climatizados fazem isso por eles.

O brasileiro vive com R$ 15 por dia, numa família com quatro pessoas tendo em vista que o salário médio no Brasil é de R$ 1,8 mil. Será que é merecido? Será que a razão é porque não vêm cumprindo bem as metas? Sem falar que um terço das empresas brasileiras se recusa até a cumprir a legislação trabalhista e opera na ilegalidade. Os seus empregados não tem nem carteira de trabalho porque “não merecem”? A verdade é que existe uma ideologia oculta por trás, uma visão de mundo enganosa.

Enquanto isso, grupos de empresários se unem para prestar graciosos serviços ao Estado de norte ao sul do Brasil, difundindo conceitos ‘modernos’ de gestão aos mais diversos órgãos de governos de todos os partidos, sem exceção. Por sua vez, as entidades de classe tentam mostrar o outro lado, a essência do papel do serviço público, e a dedicação e capacidade daquele que enfrentou um disputado concurso: O digníssimo Servidor Público.

TeoFranco

Leia também:

Os Professores. E o salário… óh!

O Estado a mercê dos consultores privados

Uns brasileiros e as instituições…

Serviço Público e Cidadania

Ameaça à aposentadoria integral dos servidores públicos

ARTIGOS de TEO FRANCO

Tags:
agosto 27, 2011

Resumo da semana

Pra pensar…

Postura crítica “Certa feita, um dirigente classista afirmou que sem prudência, sem cautela, sem juízo não se negocia com o governo. Compreendi que aquelas aparentes virtudes tinham um sinônimo bem mesquinho: medo …

A geração Y é mais produtiva do que a X? Depende. Posso dizer que a geração Y pode ser mais produtiva caso a interface com outras pessoas, principalmente da geração X, seja baixa ou nenhuma …

Em Brasília

Comissão da Câmara aprova fundo de previdência de servidor Em votação apertada, comissão aprova fundo de pensão de servidor De nada adiantaram a gritaria, as vaias e o tumulto provocado na Comissão de Trabalho, Administração … Enquanto isso os governadores se preparam para fazer a sua reforma previdenciária, acompanhando o gaúcho Tarso Genro.

Aposentadoria: Dilma copia Alckmin Estado de SP quer limitar aposentadoria de servidor O governador Geraldo Alckmin (PSDB) quer criar um sistema de previdência complementar para os servidores públicos

No Congresso Nacional

Supersalários liberados acima do teto de R$ 26,7 mil no Senado liberado pela Justiça…

…Após liberar Senado, TRF veta salário acima do teto na Câmara. O tema é um prato cheio para a grande mídia explorar…

…Servidores do Senado tem ‘supersalários’ a notícia do Portal Ig esquece de dizer que trata-se de servidores mais antigos que acumulam um salário bruto, mas não o recebem efetivamente. Existe o redutor salarial (corte), imposto pela Reforma da Previdência (2003).

Teto único

Teto único – Dep. João Dado se reúne com magistrados O Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Nelson Calandra, se reuniu com o colega Deputado Federal João Dado (PDT/SP), na tarde desta terça-feira (23)

Afinal de quem é o Estado?

Serviço Público e Cidadania Quem de nós nunca se defrontou com um funcionário mal-humorado, atrás de um balcão, com ares de enfado e pouquíssima atenção ao nosso problema?

A ameaça do ‘Estado leiloado’ Deputado que inspirou personagem de Tropa de Elite 2 está em lista atribuída a assassinos da juíza Na terça-feira, cinco dias após o brutal assassinato da juíza Patrícia…

Cercadinho VIP – A Receita blindou a turma do andar de cima Um velho bordão nordestino diz que nesta vida há os Cavalcantis e os Cavalgados. Parecia piada. No último dia 10 a Secretaria da Receita Federal…

O Estado a mercê dos consultores privados A Revista Exame desta semana (edição 998) traz a notícia elogiosa de que o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul vem seguindo um programa …

Enquanto uns defendem o Estado…

Blog do Moacir Leão Conheça o Blog do Moacir Leão Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil, escreve sobre a sua experiência como Corregedor-Geral da Receita Federal até junho de 2005…

Justiça suspende isenção das Usinas em Rondônia O BLOG do AFR recebeu a notícia que revela o espírito público, fibra e determinação de colega de Rondônia A representação do Auditor Fiscal Francisco das Chagas Barroso…

…outros querem dilapidá-lo

Mantida ação penal contra auditor da Receita Federal Um auditor fiscal da Receita Federal do Amazonas, indiciado na Operação Saúva, da Polícia Federal, deve continuar a ser processado por formação de quadrilha e …

PF prende empresário do mega esquema de sonegação Segundo o relatório do inquérito a família de Costa Pinto integra a cúpula do esquema de sonegação Operação Alquimia – O empresário Paulo Sérgio Costa Pinto Cavalcanti, …

Pedido de investigação na Imprensa Oficial de Minas Associação dos Jornalistas do Serviço Público protocola no MP pedido de investigação na Imprensa Oficial Investigação envolve a contratação sem licitação da empresa …

Como lidar com isso tudo?

Juízes e PF ameaçam fazer greve! Os servidores da Polícia Federal vão aumentar a pressão sobre o governo Dilma Rousseff. Cerca de 11 mil trabalhadores da corporação, entre administrativos, agentes, escrivães …

Tarso diz que não afastará servidores sem concurso O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), anunciou que vai manter nos quadros do governo 155 funcionários que ocupam cargos comissionados criados …

Processo eletrônico piora a saúde dos juízes Com os processos em papel, os juízes são obrigados a levantar e transportar os volumes das estantes até suas mesas. Com o computador, não é …

Delegado acusado de despir escrivã depõe Um dos delegados acusados de despir à força uma escrivã dentro de uma delegacia foi ouvido hoje na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa …

A contratação obrigatória de concursado

Dá pra desconfiar…

…Franceses dispostos a pagar mais impostos. Portugueses não! Milionários “conscientes” de que “beneficiam” da conjuntura Numa petição publicada no site da revista de informação Le Nouvel Observateur, citada pela agência …

Causos & Curiosidades

Ambulante foge e leva fiscal na caçamba Homem fugiu com o funcionário da Prefeitura agarrado no carro e foi preso pela GM quando cruzava a Avenida Coronel Quirino Campinas-SP – Um vendedor de …

O Fiscal e o Senador Participando de uma solenidade na cidade de Jardim de Piranhas, no Seridó, o senador Dinarte Mariz é ovacionado por dezenas de pessoas. Uma festa de …

Charge da semana

Notas:

Nota de pesar Com pesar que informamos o falecimento do colega Adevair Rosa, no último domingo (21). Agente fiscal de rendas, atualmente lotado no Posto Fiscal da cidade …

A Carta de Getúlio Vargas 57 anos do suicídio e 50 anos da Campanha da Legalidade O mês de agosto reserva duas datas emblemáticas para a história brasileira. Na primeira, 24 …

Lula é tema do livro de José Nêumanne Pinto Lançamento em São Paulo – Dia 23 a partir das 18h30, na Livraria da Vila, na Rua Fradique Coutinho O que sei de Lula, (Editora Topbooks, …

Congresso Estadual do Fisco de Rondônia

BLOG do AFR.com

Espaço independente para integração dos Agentes Fiscais da Receita Estadual