Terceirização na Receita Federal é desmentida

A DEN (Diretoria Executiva Nacional) entrou em contato com a DS (Delegacia Sindical) Marília (SP) para obter informações mais detalhadas sobre uma suposta solicitação do MPF (Ministério Público Federal) para a terceirização do trabalho de auditoria fiscal na cidade do interior paulista. A notícia foi veiculada em órgãos da imprensa local na quarta-feira (16/3).

Segundo o site de informações Bom Dia, o MPF teria dado dez dias à RFB (Receita Federal do Brasil) para o atendimento da demanda. “O MPF (Ministério Público Federal) encaminhou ontem um pedido de informações à Receita Federal sobre o procedimento que está sendo adotado para que haja a terceirização do recebimento de mercadorias apreendidas pela PF (Polícia Federal em Marília)”, afirma o texto publicado no site. Ainda segundo reportagens locais, o problema teria origem na falta de Auditores-Fiscais para o trabalho.

De acordo com informações repassadas pelo presidente da DS/Marília, Luiz Benedito, os jornalistas equivocaram-se ao retratar a situação como uma consequência da falta de efetivo no local. Em função disso, a reportagem acabou por se referir à situação como uma “terceirização” da auditoria. No entanto, o que está sendo negociado entre o MPF e a RFB é a contratação de uma empresa para recepção e guarda de mercadorias apreendidas – procedimento já adotado em outras localidades e que, de forma alguma, fere qualquer prerrogativa dos Auditores-Fiscais.

Fonte: Sindifisco Nacional

Tags:

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: